Apucarana

‘Jovem Aprendiz’ ganha apoio da Agência do Trabalhador

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia ‘Jovem Aprendiz’ ganha apoio da Agência do Trabalhador
‘Jovem Aprendiz’ ganha apoio da Agência do Trabalhador

A Agência do Trabalhador de Apucarana passa a assumir, neste ano, a triagem do Programa Jovem Aprendiz no município. Em dois dias, 10 jovens já foram encaminhados para entrevistas de emprego. A versão 2018 do programa foi iniciada na cidade anteontem. Atualmente, 15 vagas estão em aberto através do programa, mas este número deve crescer em breve. Todas são para o cargo de auxiliar de produção.

continua após publicidade

Para pleitear uma vaga, os candidatos precisam cumprir alguns requisitos: ter mais de 18 anos, 2º grau completo e disponibilidade de horário comercial. O salário é condizente com o cargo em tempo integral, mas os jovens trabalham apenas durante a manhã. No período da tarde, eles passam por cursos de capacitação obrigatórios no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).O gerente da Agência do Trabalhador de Apucarana, Rodrigo Lievore, afirma que a procura surpreendeu. 

“O movimento tem sido impressionante, mesmo com apenas dois dias de programa. Já encaminhamos 10 candidatos para entrevistas, um número muito positivo”.Antes da agência assumir a triagem de vagas, esta responsabiliade era da Fachisa Apoio e Qualificação Profissional, órgão municipal que promove cursos de capacitação para jovens.Segundo ele, parte dos candidatos deverá ser encaminhada futuramente.

continua após publicidade

 “Infelizmente, muitos que vêm aqui não se encaixam nos pré-requisitos. Alguns são menores de idade. Temos a intenção de abrir vagas para estas pessoas mas, por enquanto, estamos apenas cadastrando estes currículos no nosso banco de dados”, afirma.

Letícia Denobi, de 22 anos, é uma das pessoas que está pleiteando uma vaga. Ela procura emprego desde o ano passado, quando o contrato de professora estagiária expirou. “Acredito que esta é uma ótima oportunidade pra mim. A intenção é conseguir um emprego, ganhar experiência, crescer na empresa e, quem sabe, ser contratada em definitivo”, diz. (RENAN VALLIM)