Apucarana

Obras de alojamento do Colégio Agrícola serão retomadas em 2018

Da Redação ·
Obras estão paradas desde maio (Foto: Delair Garcia)
Obras estão paradas desde maio (Foto: Delair Garcia)

Paradas desde maio deste ano, as obras dos novos alojamentos dos estudantes do Colégio Agrícola Estadual Manoel Ribas , de Apucarana, devem ser reiniciadas a partir de julho de 2018. A informação é da Casa Civil. A empresa responsável pela construção abandonou os trabalhos e agora o governo do Paraná anuncia a criação de uma força-tarefa para retomar projetos que foram parados na área de educação no Estado. São pelo menos 27 obras nessa situação, incluindo os alojamentos do Colégio Agrícola de Apucarana.

continua após publicidade

A criação da força-tarefa foi determinada pelo secretário-chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni. Esse grupo será comandado pelo secretário especial para assuntos estratégicos, Edgar Bueno, e contará com integrantes de diversos órgãos, como o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar), Paraná Educação e Procuradoria-Geral do Estado do Paraná.

Segundo o apucaranense Sérgio Luis Bolonhezi, o Sérgio do Cristma, assessor da Casa Civil para a região, essas obras na área de educação foram paralisadas por empresas que sucumbiram à crise econômica e abandonaram os contratos. Há ainda casos de projetos incorretos que inviabilizaram a execução dos empreendimentos.

continua após publicidade

Segundo ele, a força-tarefa irá analisar cada obra parada e avaliar os trâmites necessários para a sua retomada. Os projetos serão revisados antes da emissão das novas ordens de serviço. Os recursos estão garantidos.

Em Apucarana, a construção dos alojamentos do Colégio Agrícola foi suspensa quando alcançava quase 60% de sua execução. O investimento previsto chega a R$ 5,1 milhões. São cerca de 2 mil m² de obra construída, em dois pavimentos.

O diretor-auxiliar do Colégio Agrícola, Anderson José Bellini,  afirma que há muita expectativa em relação à retomada da obra. Dos cerca de 400 estudantes do estabelecimento de ensino técnico, 120 usam os atuais alojamentos, que foram construídos há 40 anos. “Essa obra é fundamental para garantir conforto aos alunos. Muitos são de longe e praticamente vivem aqui”, assinala, citando que o colégio conta com jovens de várias cidades do Paraná e também de São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Atualmente, há apenas alojamentos masculinos. “A nova obra prevê alojamentos femininos, que é uma carência nossa”, lembra Bellini.

O Colégio Agrícola Estadual Manoel Ribas completa 60 anos em 2018. “A conclusão dos alojamentos seria um grande presente de aniversário”, assinala o diretor-auxiliar.