Mais lidas
Apucarana

Campanha de combate à violência contra a mulher mobiliza Apucarana

.

Secretaria Municipal da Mulher e Assuntos da Família tem realizado palestras, atos públicos e exposições chamando a atenção para a questão, além de divulgar os serviços do Centro de Atendimento à Mulher (CAM) (Foto: Edson Denobi/divulgação)
Secretaria Municipal da Mulher e Assuntos da Família tem realizado palestras, atos públicos e exposições chamando a atenção para a questão, além de divulgar os serviços do Centro de Atendimento à Mulher (CAM) (Foto: Edson Denobi/divulgação)

A Secretaria da Mulher e Assuntos da Família da Prefeitura de Apucarana promoveu nesta quarta-feira (06/12) mais uma ação dentro do movimento “16 dias de Ativismo pelo fim da Violência contra a Mulher. “Realizamos a “Campanha do Laço Branco”, que visa sensibilizar, envolver e mobilizar homens no enfrentamento da violência que atinge tantas mulheres em nosso país”, relata Denise Canesin Moisés Machado, secretária Municipal da pasta.

Realizada em todo o Brasil, a campanha é uma manifestação de indignação em relação a este quadro de violência. “Nem todo o homem é autor de violência doméstica, nem todo o homem é sexista, mas todo o homem pode ser um mobilizador da cultura da paz, convivência respeitosa, harmônica e igualitária entre homens e mulheres. Os homens podem ser agentes de informação para sociedade, falando e defendendo os direitos das mulheres”, frisou a secretária.

Ela conta que o “Laço Branco” surgiu em contraposição a um trágico episódio que aconteceu no dia 6 de dezembro de 1.989, quando um aluno de 25 anos da Escola Politécnica de Montreal, Canadá, invadiu uma sala de aula e ordenou que todos os homens saíssem. “Às mulheres, ele ordenou que ficassem e, ao gritar “vocês são feministas”, matou a queima roupa quatorze delas”, relata Denise.

Após o crime, o aluno cometeu suicídio deixando uma carta na qual relatava “não suportar a ideia de mulheres frequentarem o curso de engenharia”, julgando “ser um curso tradicionalmente dirigido para o público masculino”. Em razão disso, o dia 6 de dezembro é reconhecido no Brasil como o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres. “Homens de Apucarana podem participar desta mobilização, basta tirar uma foto com um cartaz contendo as frases: “homem de verdade não bate em mulher” ou “homem que é homem respeita mulher” e compartilhar no facebook da Secretaria Municipal da Mulher e Assuntos da Família de Apucarana: https://www.facebook.com/secmulherapucarana”, incentiva a secretária.

Ainda dentro das ações de ativismo pelo fim da violência contra a mulher, a Prefeitura de Apucarana tem realizado palestras, atos públicos e exposições. “Até o dia até o dia 10 de dezembro, manteremos um estande da secretaria no Cine Teatro Fênix. O objetivo é chamar a atenção para a questão da violência contra a mulher, principalmente esclarecendo mitos e verdades sobre o assunto, além de mostrar para todas as mulheres que elas não estão sozinhas e que podem buscar no serviço especializado do Centro de Atendimento à Mulher (CAM) apoio e orientação para sua situação”, informa Denise Canesin. Ela lembra que até nesta quarta-feira (06/12), também funcionou um estande no CentroNorte Shopping Center de Apucarana.

Denúncias 
Mulheres que estão sendo vítimas de violência ou pessoas que presenciarem agressões devem efetivar denúncia pelo número “190” da Polícia Militar. Orientação sobre o atendimento gratuito do Centro de Atendimento à Mulher (CAM), nas áreas da assistência social, psicologia ou assessoria jurídica, contato pelos telefones 3422-4479 ou 0800-645-4479 (ligação gratuita). O CAM funciona na Rua Castro Alves, 1629 – Jardim América.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber