Mais lidas
Apucarana

Saúde realiza primeiro dia do mutirão de oftalmologia

.

Iniciativa visa zerar fila de espera de pessoas acima de 60 anos com encaminhamento para cirurgia da catarata (Fotos – Profeta)
Iniciativa visa zerar fila de espera de pessoas acima de 60 anos com encaminhamento para cirurgia da catarata (Fotos – Profeta)

A prefeitura de Apucarana, através da Autarquia Municipal de Saúde, realizou no último sábado (11), o primeiro dia de mutirão de consulta de oftalmologista para triagem dos pacientes com necessidade de cirurgia de catarata. Foram atendidas 70 pessoas acima de 60 anos, com baixa capacidade visual.

Ainda no sábado, também visando acelerar as etapas do processo pré-operatório de cirurgia de catarata, 48 pacientes realizaram eletrocardiograma com laudo, os quais já haviam passado pela triagem com o oftalmologista. Esse grupo de pessoas está com a cirurgia da catarata agendada.

A iniciativa, que já tem outro dia de mutirão marcado o próximo dia 25, visa zerar fila de espera de pessoas acima de 60 anos com encaminhamento para cirurgia da catarata. O prefeito Beto Preto, observa que estão sendo agendadas novas datas, ainda em dezembro, para acelerar a triagem. “Vamos atender uma média de 70 pacientes em cada data, sempre os sábados. O objetivo é que essas pessoas com necessidade de cirurgia de catarata passem pelo procedimento o quanto antes e melhorem sua qualidade de vida”, afirma Beto Preto.

O diretor presidente AMS, Roberto Kaneta, detalha que os pacientes que estão na fila de espera da cirurgia da catarata foram encaminhados para consulta na especialidade de oftalmologia pelas Unidades Básicas de Saúde. “O mutirão visa principalmente realizar uma triagem para identificar quais pacientes acima de 60 anos necessitam de encaminhamento para as vagas já garantidas desse procedimento cirúrgico”, informa Kaneta.

O mutirão é realizado no Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ivaí e Região (Cisvir), o atendimento é feito pela oftalmologista Manoela Berlinck Pereira.

Idosos comemoram cirurgia

O mutirão beneficia pessoas como o marceneiro aposentado Mario Ferraz de Souza, 67 anos, residente no Núcleo Habitacional Parigot de Souza. “Estava na fila de espera e agora estou confiante que vou fazer a cirurgia da catarata em breve. Enxergo tudo embaçado e na primeira consulta com o oftalmologista teve a suspeita catarata. Sei que a minha vida vai mudar para melhor quando a vista melhorar, penso até em voltar ao trabalho de marceneiro” planeja Mario Ferraz.

Regina Francisca da Silva, 81 anos, moradora da Vila Nova, compareceu no sábado de manhã para seu agendamento da triagem. “Estou enxergando muito mal. Tenho dificuldade até para caminhar. Acredito que minha vida vai ser diferente, para bem melhor, se operar da catarata”, afirma Regina.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber