Apucarana

Jovem é mantida em cárcere privado, agredida e estuprada por três dias em Apucarana

Da Redação ·
Jovem teve diversos hematomas pelo corpo e um braço quebrado. |foto - reprodução/RicTV
Jovem teve diversos hematomas pelo corpo e um braço quebrado. |foto - reprodução/RicTV

Uma jovem de 21 anos foi mantida em cárcere privado, agredida e estuprada por três dias em Apucarana. O caso foi descoberto na terça-feira (07) após a vítima ser levada pelo próprio agressor até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com diversos ferimentos e um braço quebrado. 

continua após publicidade

Uma funcionária do local acionou a polícia após constatar as lesões no corpo da moça. A jovem confessou o ocorrido às autoridades e indicou o autor do crime que a aguardava do lado de fora da UPA. 

Ela relatou que foi convidada a ir até a casa do agressor. Eles eram conhecidos e ela aceitou o convite. Na residência, a vítima teria sido mantida presa durante três dias. A jovem afirmou que foi violentada e espancada pelo suspeito.

continua após publicidade

Ele foi preso em flagrante e negou o crime. Outro rapaz também foi detido por omissão de socorro, já que também esteve na residência durante todos os dias e tinha conhecimento do que estava acontecendo.

Na casa foram apreendidas câmeras de segurança roubadas, maconha e cocaína fracionada para venda.