Apucarana

Secretaria promove nova audiência sobre gerenciamento de resíduos e saneamento

Da Redação ·
​Sugestões serão avaliadas e apresentadas nesta segunda audiência pública, onde se apresentará um diagnóstico e prognóstico - Foto - Divulgação
​Sugestões serão avaliadas e apresentadas nesta segunda audiência pública, onde se apresentará um diagnóstico e prognóstico - Foto - Divulgação

A Prefeitura de Apucarana divulgou nota convidando a sociedade civil organizada e a comunidade em geral para participar de uma audiência pública, que será realizada no dia 20 de novembro, às 18h30, no salão nobre do prédio central, para apresentação e discussão da situação atual do município e as metas para os próximos 20 anos em relação ao Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos e o Plano Municipal de Saneamento Básico. 

continua após publicidade

Na ocasião, a população poderá consultar uma cópia do relatório físico na Secretaria de Obras e também no site da Prefeitura. 

A última reunião focada no assunto teve a  participação de cerca de duzentas pessoas e também foi realizada na noite de 17 de outubro, no salão nobre da Prefeitura.

continua após publicidade

“O objetivo da audiência foi apresentar a metodologia de trabalho e os quatro pilares do plano: Abastecimento de água, esgotamento sanitário, galerias pluviais e resíduos sólidos. A Secretaria de Meio ambiente está elaborando o plano de saneamento e conta com o apoio da Secretaria de Obras, Idepplan e Sanepar”, detalhou Sergio Bobig, secretário interino de Meio Ambiente.

Amparando na Política Nacional de Saneamento Básico, regulamentada pela Lei Federal nº11.445/2007, o PMSB e o Plano Municipal de Gestão Integrada dos Resíduos Sólidos estão sendo elaborados, uma vez que o saneamento básico compreende as seguintes áreas: drenagem urbana, abastecimento de água, esgotamento sanitário e resíduos sólidos. 

“Uma das metas do plano é resolver o problema com o aterro sanitário do município. Hoje temos cerca de 33% dos resíduos que chegam no aterro, são resíduos recicláveis, que inclusive poderiam gerar renda para os cooperados da Cocap. E também temos 45% de material orgânico depositado no aterro diariamente, e a ideia do plano é que essa matéria orgânica possa contemplar a questão da compostagem, seja nas escolas, ou em campanhas de educação ambiental para que as pessoas possam reutilizar esse material, e para que só chegue efetivamente o rejeito”, explica Gustavo Luis Schacht, supervisor de parques e praças da secretaria de Meio Ambiente.

continua após publicidade

 Diagnóstico e prognóstico
“Sugestões serão avaliadas e apresentadas nesta segunda audiência pública, onde se apresentará um diagnóstico e prognóstico sobre o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos e o Plano Municipal de Saneamento Básico”, pontua  o vice-prefeito de Apucarana, Junior da Femac.

Participantes
Participaram  da audiência associações de bairro, sindicatos de classe e dirigentes do Conselho Municipal de Meio Ambiente