Mais lidas
Apucarana

Após 31 anos na PM, capitão agora atua na assistência social voluntária

.

O capitão Juarez Serapião da Silva, hoje na reserva da Polícia Militar (PM) do Paraná, foi um dos homenageados com medalha e diploma de honra ao mérito por bons serviços prestados à comunidade durante solenidade na terça-feira (24) para comemorar os 40 anos do 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Apucarana.

Serapião trabalhou durante 31 anos na PMPR e começou como soldado em 1977, quando o  10º BPM iniciou as atividades em Apucarana e região. 

"Fui o primeiro colocado no concurso de soldado na primeira escola de polícia no 10º BPM e até me emociono ao lembrar desse e de tantos outros fatos ocorridos ao lango da minha vida na corporação que inspiram saudade. Em 1980 fiz escola de sargento e em 96/97 fiz o curso de oficial na Academia do Guatupê sempre encarei o meu trabalho como uma missão", relata Serapião, que hoje está à frente da Casa de Apoio Divina Providência, entidade de assistência social fundada em 2009.

Assistência social voluntária
Segundo o oficial da PM, a Casa presta apoio e assistência a pessoas do Vale do Ivaí, de outras regiões do Paraná e até de outros estados, que vêm para Apucarana buscar tratamento médico.

"A Casa tem cinco leitos disponíveis e disponibiliza café da manhã, almoço e café da manhã para as pessoas. Também prestamos orientações e fazemos encaminhamentos, tudo de forma gratuita e voluntária, sem fim lucrativo", frisa Serapião.

O capitão faz questão de lembrar de quem o inspirou a focar no trabalho de assistência social. "Fiquei muito amigo do 'Seo' Geraldo, do Albergue Noturno, e comecei a acompanhar admirar o trabalho. Isso reforçou em mim o sentimento de ajudar ao próximo sem esperar agradecimento ou recompensa por isso", finaliza Serapião.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber