Mais lidas
Apucarana

Apresentador e narrador tem profissão como 'sacerdócio'

.

Foto - Reprodução
Foto - Reprodução

A exemplo de anos anteriores, muitos radialistas estão comemorando o dia da sua profissão nesta quinta-feira. A data 21 de setembro ficou conhecida no meio radiofônico como Dia do Radialista, porém uma lei alterou a data de comemoração oficial da categoria, passando para 7 de novembro. A história do Dia do Radialista teve início em 1943, no Governo Getúlio Vargas. O então presidente sancionou uma Lei com a qual fixava um piso salarial, ou remuneração mínima para os profissionais da categoria. Em Apucarana, entre os radialistas que se destacam entre o público está Sebastião Rodrigues, de 58 anos, da Rádio Nova AM, do Grupo Pinga-Fogo de Comunicação.

No rádio desde 1979, quando iniciou na antiga Rádio Difusora, hoje 'Tião Rodrigues' trabalha com o filho Rodrigo Almeida, repórter que faz a cobertura na rua das notícias que estão acontecendo. "Comecei fazendo programa musical, inclusive na antiga fonte na Praça do Redondo aos domingos, e hoje apresento o Show da Manhã e meu filho participa com notícias do momento. É muito gratificante ser radialista e trabalhar com o filho", afirma Tião, que sempre aborda questões sociais e outras temas de interesse público durante os programas.


"Linguagem da vida"
'Ouvir o programa do Tião Rodrigues durante a manhã já é uma coisa sagrada para mim. A gente sente emoção; ela fala a linguagem da verdade da vida", opina a ouvinte Maria Rosa Siqueira, residente em bairro da zona oeste de Apucarana.

Narrador esportivo
Tião também é considerado pelo público uma referência na narração esportiva no rádio. "Após três meses no rádio, surgiu uma oportunidade de fazer narração esportiva em jogo do Grêmio Maringá x Apucarana, no Estádio Wilie Davis, em Maringá. Depois, Platinense x Apucarana e aí não parei mais", afirma o radialista.

'Tião Rodrigues' trabalha com o filho Rodrigo Almeida - Foto - Maicon Sales

Ele lembra que teve passagens pela Rádio Cultura de Lorena (SP), afiliada na época à Rádio Bandeirantes, Rádio Ubá, de Ivaiporã, Cultura de Rolândia, Guairacá, de Mandaguari, e Nova Ingá (Maringá). "O bordão 'vai Roma' criado durante o Campeonato Paranaense o público nunca esquece", frisa com orgulho.

'Tião Rodrigues' e o filho Rodrigo Almeida no estúdio da Rádio Nova AM
Foto Maicon Sales

Tijolo
Entre muitas situações peculiares vividas durante as coberturas esportivas, Tião lembra de um partida entre o time de Campo Mourão e o Apucarana, em Campo Mourão. "No final da partida, antes de uma cobrança de escanteio a favor do Apucarana, falei alto e de forma incisiva ao microfone na cabine de transmissão do estádio que o nosso time iria marcar e ganhar o jogo. Isso aconteceu e veio até tijolo para o meu lado. Mas isso faz parte da profissão, e o radialismo para mim é um sacerdócio, pois amo o que faço acima de qualquer dinheiro", finaliza Tião Rodrigues.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber