Apucarana

Aumento de 30% no consumo coloca Sanepar em alerta em Apucarana

Da Redação ·
Consumo de água foi 30% maior no final de semana por conta do calor
Consumo de água foi 30% maior no final de semana por conta do calor
Aumento de 30% no consumo coloca Sanepar em alerta em Apucarana fonte: Reprodução

Com temperaturas acima dos 30ºC no final de semana e registro de desabastecimento em vários bairros na cidade, a Sanepar está em estado de alerta. Segundo estimativa da empresa, no último sábado, o consumo foi 30% maior que a média para o mês. Por conta do calor e excesso de demanda, a companhia cancelou uma programação de serviços de obras de interligação previstas para iniciar nesta terça-feira e que implicariam no corte programado de abastecimento na zona norte da cidade.

continua após publicidade

Segundo o gerente da Sanepar de Apucarana, Luiz Carlos Jacovassi, ao longo da semana passada, o consumo já tinha registrado uma alta de 15%. Contudo no sábado - tradicionalmente dia de maior demanda - o crescimento foi de 30%. A média de consumo para setembro é de 26 milhões de litros por dia. 

Ele destaca que o desabastecimento relatado nos bairros no fim de semana não está relacionado à falta d' água, mas a problemas de pressão no sistema. "Com todo mundo usando ao mesmo tempo em grandes quantidades o sistema não consegue levar água para todo lugar", explica. A Sanepar não soube informar quantos bairros sofreram desabastecimentos pontuais no final de semana, mas admite que o problema é maior nos pontos mais distantes e mais altos da cidade.

continua após publicidade

Ele destaca, entretanto, que a cidade não corre risco de desabastecimento - o nível do Rio Caviúna está dentro da normalidade, contudo é preciso haver uso racional da água. "Quando começa a ficar quente demais as pessoas começam a lavar calçada demais, começam a 'varrer' poeira com mangueira e isso não dá, é precioso pensar em prioridades", comenta.

Segundo Jacovassi, enquanto perdurar o período de calor, a Sanepar vai cancelar as obras que exijam necessidade de desabastecimento programado para evitar maiores transtornos aos consumidores afetados.