Apucarana

Projeto Quebrando o Silêncio leva conscientização às escolas municipais

Da Redação ·
Diretoras das unidades de ensino participaram de uma formação continuada - Foto: Divulgação
Diretoras das unidades de ensino participaram de uma formação continuada - Foto: Divulgação

A Autarquia Municipal de Educação firmou parceria com a Secretaria da Mulher e Assuntos da Família para a execução do projeto Quebrando o Silêncio nas 37 escolas da rede. A atividade vem conscientizar os alunos sobre os diferentes tipos de violência praticados contra as crianças.

continua após publicidade

Na última sexta-feira (1), as diretoras das unidades de ensino participaram de uma formação continuada, para conhecer a forma mais adequada de trabalhar o tema com os pequenos. “Por meio do projeto, os alunos do 2º ao 4º ano aprenderão mais sobre o próprio corpo e serão incentivados a buscar ajuda sempre que notarem alguma abordagem além dos limites,” explicou a secretária municipal de Educação, Marli Fernandes.

As diretoras também receberam materiais que podem ser utilizados pelos professores. “Elas levaram para as escolas DVDs contendo músicas e vídeos, um livro de histórias em quadrinho e uma sugestão de plano de aula,” especificou a secretária da Mulher e Assuntos da Família, Denise Canesin Machado.

continua após publicidade

A parceria entre a Autarquia de Educação e a Secretaria da Mulher vem de longa data e enriquece o currículo da rede municipal de ensino. “Outro projeto viabilizado conjuntamente é o Quem Ama Abraça, que leva a reflexão sobre a violência contra a mulher, desde 2014, para as salas de aula. Essas atividades abordam conteúdos importantes para a formação de cidadãos críticos e engajados na construção de uma sociedade mais justa e igualitária,” disse a secretária Marli.

Distribuição de gibis
Em alusão ao aniversário de dez anos da criação da Lei Maria da Penha, as duas secretarias ainda distribuíram, no mês de agosto, o gibi “As Marias em: Maria da Penha vai às escolas” aos alunos do 5º ano do ensino fundamental. “As crianças são sempre incentivadas a compartilhar aquilo que aprendem com os pais, irmãos, familiares, amigos e vizinhos, fazendo com que a informação chegue ao maior número de pessoas,” acrescenta Marli.