Mais lidas
Apucarana

PM prende 3 mulheres após furto de tortas e 'golpe do bolo' em padaria

.

Produtos da padaria e carro ocupado pelas mulheres foram apreendidos - Foto: Reprodução/Whatsapp
Produtos da padaria e carro ocupado pelas mulheres foram apreendidos - Foto: Reprodução/Whatsapp

Três mulheres foram presas por furto e estelionato após um fato ocorrido em estabelecimento comercial no distrito do Pirapó, na zona oeste do município de Apucarana, conforme relatório de ocorrências da Polícia Militar (PM) divulgado nesta sexta-feira (25).

O trio de mulheres comprou tortas e bolos na Padaria Novo Sabor, situada na Rua Cezario Festi, no distrito do Pirapó, afirmando que seria para uma instituição de caridade. Segundo a PM, quando pagavam a conta elas agiram de forma sorrateira e furtaram duas tortas.As mulheres deixaram o local no veículo Renault/Logan com placas de Belo Horizonte (MG). 

Após ser informada sobre o fato, a PM realizou rondas nas imediações e abordou o carro com as três mulheres. Ao revistar o veículo os policiais militares realizado uma revista veicular e encontrado em seu interior 3 (três) panfletos com a figura de uma criança aparentando deficiência física e no verso uma figura de um alimento enlatado dando a entender que seria para a criança doente e ainda, uma chave de um veiculo Jeep Renegade, além de vários bolos, tortas e pães doces adquiridos na padaria. 

A dina do estabelecimento detalhou à PM que as três mulheres chegaram à padaria e pediram que fosse concedido um desconto nas tortas, bolos e pães, pois as mesmas realizariam uma doação para uma instituição de crianças carentes. Por conta disso, todos os produtos foram vendidos por um valor abaixo do convencional, mas a dona da padaria percebeu que as autoras ao saírem do estabelecimento haviam furtado duas tortas de limão. 

Mulheres pediram que fosse concedido um desconto nas tortas, bolos e pães, pois as mesmas realizariam uma doação para uma instituição
de crianças carentes -Foto: Reprodução/Whatsapp 

Outras empresas
A vítima acrescentou ainda que as suspeitas foram até a Empresa Cerealista do Guina, também localizada no Distrito do Pirapó, e tentaram vender as tortas pelo valor de R$ 30, dizendo que o dinheiro seria revertido para uma instituição de caridade, mas não conseguiram realizara a venda. Já na Empresa Zambrano (fábrica de papelão no Pirapó) elas usaram o mesmo argumento e venderam três tortas - uma ao proprietário do estabelecimento, outra para a secretário uma terceira para o entregador pelo valor de R$ 30. 

R$ 7 mil em dinheiro
As três suspeitas foram presas e encaminhadas à 17ª Subdivisão Policial (SDP) junto com o veículo Renault Logan e os produtos levados da padaria. Na delegacia as mulheres foram revistadas e com elas a polícia localizou e apreendeu mais de R$ 7 mil em dinheiro.

Estelionato e furto
"Além de mentirem que os produtos comprados na padaria eram para uma instituição de caridade, caraterizando estelionato pela modalidade 'golpe do bolo', as três mulheres aproveitaram um descuido do comerciante para furtar tortas, ficando evidente que tinham a intenção de lesar do dono do estabelecimento", afirmou o delegado-chefe da 17ª SDP, José Aparecido Jacovós.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber