Apucarana

Farmácia central atende em novo espaço a partir desta segunda-feira

Da Redação ·
A Farmácia Central da Autarquia Municipal de Saúde está localizada na Rua Miguel Simeão, 111. Foto: Divulgação
A Farmácia Central da Autarquia Municipal de Saúde está localizada na Rua Miguel Simeão, 111. Foto: Divulgação

A partir de segunda-feira (31), Farmácia Central da Autarquia Municipal de Saúde (AMS) de Apucarana passa a atender em novo local, mais exatamente ao lado do atual endereço, onde funcionava até junho a Farmácia Popular do Brasil. Segundo o diretor presidente da AMS, Roberto Kaneta, a transferência de espaço visa a melhoria do atendimento ao público e nas condições de armazenamento dos medicamentos.

continua após publicidade

Com o fechamento da Farmácia Popular do Brasil, no final de junho, a AMS iniciou o serviço de adequação do local para receber a Farmácia Central do município. A estrutura do espaço que já era boa passou por melhorias e está pronta para receber o público a partir desta segunda-feira.

A farmacêutica Rosângela Mantini de Moraes, responsável pela Farmácia Central detalha as vantagens que o novo espaço vai oferecer. “O número de guichês para atendimento ao público vai dobrar. Eram três e agora serão seis, agilizando o atendimento e, consequentemente, reduzindo o tempo de espera. O sistema de senha era manual e agora será eletrônico. O espaço de espera passa a ser maior e com mais assentos. Haverá um bebedouro e o local continuará climatizado e com televisão”, informa Rosangela.

continua após publicidade

A responsável pela farmácia observa ainda que o novo local possui espaço mais amplo para estoque dos medicamentos e adequado às normas da Vigilância Sanitária. “Também passamos a contar com uma área maior para os serviços administrativos e toda mobília da farmácia é nova”, acrescenta.
 
AMS oferta 179 remédios e atende nos fins de semana
O atendimento prestado pela Farmácia Central da AMS vem passando por melhorias significativas ao longo dos últimos 4 anos. Em 2013 a administração municipal começou ampliar a lista de medicamentos disponibilizados. “Até 2012 eram 110 medicamentos e hoje temos 179 na lista municipal. Um acréscimo de 62,7%”, detalha o prefeito Beto Preto.

Já no ano seguinte foi alugada uma sala comercial, ao lado do prédio da AMS, para abrigar a Farmácia Central. Até então a farmácia funcionava em uma sala do prédio da autarquia, num espaço acanhado e com poucos funcionários.
Em novembro de 2016, a Farmácia Central estendeu seu horário de atendimento aos sábados, domingos e feriados: de 8 horas às 13 horas. Nos demais dias da semana permaneceu de 7h30 às17 horas. 

“A medida visou beneficiar principalmente os pacientes atendidos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), para que não ficassem sem medicamentos até a segunda-feira, especialmente antibióticos que requer urgência no início do tratamento”, observa Beto Preto.

continua após publicidade

De acordo com relatório do último quadrimestre, a Farmácia Central atende diariamente entre 500 a 600 pessoas. A atual demanda por medicamentos, portanto, resulta numa média superior a 16 mil pacientes ao mês, contra 10.600 registrado até 2012, o equivalente a um aumento de 51,64%. Já numa análise anual, a percentagem de crescimento no número de atendimentos, entre 2012 e 2016, chega a 63,5%.

A Farmácia Central da Autarquia Municipal de Saúde está localizada na Rua Miguel Simeão, 111.

A partir de segunda-feira (31), Farmácia Central da Autarquia Municipal de Saúde (AMS) de Apucarana passa a atender em novo local, mais exatamente ao lado do atual endereço, onde funcionava até junho a Farmácia Popular do Brasil. Segundo o diretor presidente da AMS, Roberto Kaneta, a transferência de espaço visa a melhoria do atendimento ao público e nas condições de armazenamento dos medicamentos.
Com o fechamento da Farmácia Popular do Brasil, no final de junho, a AMS iniciou o serviço de adequação do local para receber a Farmácia Central do município. A estrutura do espaço que já era boa passou por melhorias e está pronta para receber o público a partir desta segunda-feira.
A farmacêutica Rosângela Mantini de Moraes, responsável pela Farmácia Central detalha as vantagens que o novo espaço vai oferecer. “O número de guichês para atendimento ao público vai dobrar. Eram três e agora serão seis, agilizando o atendimento e, consequentemente, reduzindo o tempo de espera. O sistema de senha era manual e agora será eletrônico. O espaço de espera passa a ser maior e com mais assentos. Haverá um bebedouro e o local continuará climatizado e com televisão”, informa Rosangela.
A responsável pela farmácia observa ainda que o novo local possui espaço mais amplo para estoque dos medicamentos e adequado às normas da Vigilância Sanitária. “Também passamos a contar com uma área maior para os serviços administrativos e toda mobília da farmácia é nova”, acrescenta.
 
AMS oferta 179 remédios e
atende nos fins de semana
 
O atendimento prestado pela Farmácia Central da AMS vem passando por melhorias significativas ao longo dos últimos 4 anos. Em 2013 a administração municipal começou ampliar a lista de medicamentos disponibilizados. “Até 2012 eram 110 medicamentos e hoje temos 179 na lista municipal. Um acréscimo de 62,7%”, detalha o prefeito Beto Preto.
Já no ano seguinte foi alugada uma sala comercial, ao lado do prédio da AMS, para abrigar a Farmácia Central. Até então a farmácia funcionava em uma sala do prédio da autarquia, num espaço acanhado e com poucos funcionários.
Em novembro de 2016, a Farmácia Central estendeu seu horário de atendimento aos sábados, domingos e feriados: de 8 horas às 13 horas. Nos demais dias da semana permaneceu de 7h30 às17 horas. “A medida visou beneficiar principalmente os pacientes atendidos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), para que não ficassem sem medicamentos até a segunda-feira, especialmente antibióticos que requer urgência no início do tratamento”, observa Beto Preto.
De acordo com relatório do último quadrimestre, a Farmácia Central atende diariamente entre 500 a 600 pessoas. A atual demanda por medicamentos, portanto, resulta numa média superior a 16 mil pacientes ao mês, contra 10.600 registrado até 2012, o equivalente a um aumento de 51,64%. Já numa análise anual, a percentagem de crescimento no número de atendimentos, entre 2012 e 2016, chega a 63,5%.
A Farmácia Central da Autarquia Municipal de Saúde está localizada na Rua Miguel Simeão, 111.