Mais lidas
Apucarana

Novo sistema de agendamento na saúde avança em Apucarana

.

Esta segunda-feira, dia 17 de julho, representa um marco histórico no atendimento aos usuários da rede municipal da saúde de Apucarana. A partir desta data, a Autarquia Municipal de Saúde (AMS) coloca em operação o “Sistema Municipal de Regulação da Assistência à Saúde de Apucarana”, evitando, na prática, que os pacientes tenham que comparecer ao prédio da AMS para agendar exames e consultas com especialistas.

Todo procedimento passa a ser feito diretamente na Unidade Básica de Saúde onde o paciente foi atendido inicialmente, ou seja, no bairro onde reside. “Acabam deslocamentos desnecessários até ao prédio da AMS, o que exigia do paciente administrar seu tempo entre compromissos de trabalho e outros afazeres do dia a dia. Os benefícios serão muitos, desde evitar gastos com transporte e do esforço que muitos faziam para marcar lugar na fila mesmo antes do horário de atendimento, iniciado de segunda a sexta-feira às 7 horas”, observa o superintendente da Atenção Básica da AMS, Marcelo Viana de Castro.  

O serviço de agendamento de consultas e exames funcionava no andar térreo da Autarquia Municipal de Saúde, com uma média de 400 atendimentos ao dia. A partir de segunda feira todo serviço passa a ser feito pela Central de Regulação de Consultas e Exames que vai ocupar uma sala especial também na autarquia e reunir 15 funcionários. A comunicação entre essa equipe e as UBSs vai permitir que o usuário do SUS tenha em mãos guia do dia e local do seu exame ou consulta sem precisar se deslocar do seu bairro.

Há um mês o novo sistema de agendamento já vinha sendo utilizado, em caráter experimental e com sucesso em 10 UBSs e, a partir de segunda-feira, vai englobar todas as 30 unidades de saúde.

“Temos dificuldades e obstáculos a serem superados e peço a compreensão de toda a população, pois estamos nos esforçando diariamente para melhorar o sistema”, pondera o prefeito Beto Preto. Ele anuncia que o Município está licitando mais exames e comprando um Raio X Digital e mais equipamentos de ultrassonografia. “Teremos melhoras significativas do sistema ainda neste ano”, frisa o prefeito. 

 
O sistema de regulação vai integrar toda a estrutura da saúde pública, incluindo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Escola da Gestante, Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), Centro Infantil, CTA – NATA, Centro de Especialidades de Apucarana (CEMA), Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) e o Estratégia Saúde da Família (ESF). “Nossa prioridade é facilitar o acesso dos usuários do SUS e se preparar para garantir um sistema de saúde mais resolutivo”, frisa Beto Preto.

O sistema de regulação vai integrar toda a
estrutura da saúde pública Foto: Divulgação

 
Via única
O Sistema Municipal de Regulação de Apucarana passará a ser a única via de autorização, agendamento e controle dos serviços de saúde pública no município. “A finalidade é aprimorar o acesso aos procedimentos disponibilizados na Atenção Primária e de Média a Alta complexidade”, destaca o diretor presidente da AMS, Roberto Kaneta.
Segundo Kaneta, o resultado prático esperado é significativo como o de evitar perdas (no caso do não comparecimento do paciente na consulta no dia agendado), de organizar as listas de espera por risco e vulnerabilidade, e ainda de reduzir o tempo para realização dos procedimentos, ou seja, o período para o usuário ser atendido fica menor.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber