Mais lidas
Apucarana

Palestras sobre economia com jornalista e deputado são marcadas por sucesso de público 

.

Jornalista Carlos Alberto Sardenberg durante palestra em Apucarana - Foto: Delair Garcia
Jornalista Carlos Alberto Sardenberg durante palestra em Apucarana - Foto: Delair Garcia

O Cine Teatro Fênix, de Apucarana (norte do Paraná), ficou lotado na primeira rodada de um ciclo de palestras sobre economia. Os primeiros convidados foram o deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), relator da Comissão Especial de Reforma Tributária da Câmara, e o jornalista Carlos Alberto Sardenberg, âncora do programa CBN Brasil, e comentarista econômico da Globonews e do Jornal da Globo.

O evento foi promovido Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Apucarana (Acia), do Fórum Desenvolve Apucarana e do jornal Tribuna do Norte, com patrocínio da Sanepar, Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e Agência de Fomento do Paraná e apoio do Grupo Metafa, Sicoob, Dinardi Engenharia, Sicredi e Prefeitura de Apucarana.

O jornalista Carlos Alberto Sardenberg afirmou que a equipe econômica do presidente Michel Temer é a grande fiadora do governo do peemedebista, atolado em denúncias de corrupção. O analista ressaltou, no entanto, que o escândalo envolvendo a JBS “bloqueou” as melhorias que vinham sendo implementadas na economia, trazendo de volta um cenário de indefinição. 

Segundo o jornalista da Globo, a economia vinha registrando bons resultados, com queda da inflação e, consequentemente, com juros mais baixos. “Os indicadores mostram que a recessão terminou no começo deste ano. Vários setores estão mostrando recuperação. O agronegócio também ajudou com grandes safras. Além disso, os índices de confiança estavam claramente melhorando. Era um ambiente que vinha se consolidando até a delação da JBS”, afirma Sardenberg. 

Segundo o jornalista, a delação premiada do empresário Joesley Batista, dono do grupo JBS, “bloqueou” esse cenário de recuperação. “Foi um choque muito grande. Você percebe claramente nos indicadores que todos registraram uma queda forte após o escândalo, com impacto na Bolsa de Valores, os juros e o dólar subiram, os índices de confiança da indústria e do consumidor voltaram a cair”, assinala.

Reformas
Para Sardenberg, a recuperação da economia depende diretamente das reformas em votação no Congresso e a tramitação dos projetos é travada com as denúncias contra Temer. “A posição do governo ficou muito ruim com a denúncia do procurador Rodrigo Janot. É a primeira vez na história que você tem um presidente processado no curso do mandato por corrupção”.

Deputado Hauly defende redistribuição da carga tributária
Foto: Delair Garcia

Simplificação do sistema tributário
Na categoria de relator da Reforma Tributária, o deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB) defendeu durante palestra a simplificação do sistema tributário brasileiro. 

“Nosso projeto é de simplificar, colocar alta tecnologia no processo e fazer uma mudança radical na tributação brasileira, que hoje é um dos maiores empecilhos para o crescimento econômico e para a distribuição de renda para os mais pobres. Queremos ajudar a reerguer a economia e ajudar o Brasil a crescer novamente”, destacou o deputado.

Sucesso de público
O presidente da Acia, empresário Jayme Leonel, destacou a grande presença de público na primeira rodada de um ciclo de palestras sobre economia em Apucarana. "Essa foi sem dúvida uma grande oportunidade para o empresariado apucaranense se atualizar sobre questões importantíssimas em discussão hoje no país e isso ajuda muito no planejamento relacionado a questões tributárias e econômicas com um um todo", frisou Leonel.

Leia mais nas edições impressa e digital desta terça-feira (27)
da Tribuna do Norte - Diário do Paraná

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber