Apucarana

Câmara entrega honraria à Loja Maçônica “Trabalho, Ciência e Virtude”  

Da Redação ·
Câmara entrega Diploma de Méritos em Tarefas Comunitárias à Loja Maçônica “Trabalho, Ciência e Virtude”
Câmara entrega Diploma de Méritos em Tarefas Comunitárias à Loja Maçônica “Trabalho, Ciência e Virtude”

A Câmara Municipal de Apucarana realizou  sessão solene para entrega do Diploma de Méritos em Tarefas Comunitárias a Loja Maçônica “Trabalho, Ciência e Virtude”. A honraria proposta e aprovada por unanimidade dos vereadores marca os 70 anos de relevantes serviços prestados a comunidade apucaranense. A entrega culminou com a realização de Sessão Solene Pública, realizada pela Loja, onde comemoraram os 70 anos de instalação em Apucarana, no dia 06 de Junho.

continua após publicidade

Conduzida pelo presidente do Legislativo, vereador Mauro Bertoli, a sessão contou com a presença do prefeito Beto Preto, do Grão Mestre do Grande Oriente do Brasil / Paraná, Luis Rodrigo Larsen Karsten, Venerável José Schiarolli, além de diversas autoridades do município e autoridades maçônicas de todo o Paraná.

Bertoli destacou a história da Maçonaria. “A origem da Maçonaria perde-se aos primórdios da civilização. Não pertence ela a nenhum país, pois é universal, uma vez que os maçons se reconhecem mutuamente ao redor do globo terrestre por meio de sua unidade de princípios, imutável no passar dos séculos. Segundo meus conhecimentos, a Maçonaria tornou-se hoje a Grande Sociedade intelectual que todos conhecemos numa verdadeira academia de sentido moral, expandindo a mais pura de todas as filosofias. É assim que vejo a Maçonaria”, relatou. O presidente destacou também a homenagem que a Câmara fez nos 70 anos da Loja. “A Maçonaria deve ter o reconhecimento de toda uma cidade, como a grande construtora da sociedade totalmente dita. Nós não poderíamos deixar passar em branco, esses 70 anos da Loja Maçônica Trabalho, Ciência e Virtude, que sempre exerceu com galhardia todos os objetivos da sociedade maçônica, principalmente aqueles voltados especialmente para o interesse de nossa cidade”, completou.

continua após publicidade

O prefeito Beto Preto lembrou que durante a realização da Sessão foi possível encontrar um pouco da história de Apucarana, revive-la. “Não cabe entregar o Título de Cidadão Honorário a uma Instituição ou Entidade, mas se fosse possível, a Maçonaria “Trabalho, Ciência e Virtude”, poderia receber. A Loja nasceu com a história do município, com as alegrias, com as dificuldades que tínhamos no passado. Cresceu com a nossa cidade. Muitas pessoas que passaram pela Loja são homenageadas com nome de ruas, praças, e aí encontramos com o passado e também com o presente, pois aqui estão seus filhos, netos, sua família que dá continuidade ao movimento maçônico, que, em momento algum, se abala com a crise, mas busca soluções, procura crescer ainda mais e ajudar a todos.

 Aqui esta o futuro. Apucarana merece o futuro que os pioneiros têm para ela, uma cidade que consegue ser lar, que acolhe as famílias e representa-as. Sou solidário a Lei nº 31/2017 que foi aprovada pelos vereadores e sancionada pelo Executivo. Esse Diploma é o marco legal, porém o marco maior é o dia a dia, os 70 anos ininterruptos de trabalho a Apucarana”, detalhou o prefeito que conclamou a todos os maçons e familiares que continuem lutando pela cidade. “Só a unidade da comunidade é capaz de buscar e realizar missões”.

Representando a Loja Maçônica, Antônio Aparecido Castro dos Santos, reforçou o significado da sessão e da data. “Temos um significado especial ao unirmos o Legislativo e o Executivo em sessão aqui na Loja Maçônica, pois também realizamos a nossa sessão solene pública para comemorarmos os 70 anos. Essa homenagem a instituição nos induz a refletir sobre as ações positivas, nos dá a certeza que honramos quem nos antecedeu. Manifestamos com gratidão a honraria concedida. Ficará registrado na memória e nos anais desta Loja”, destacou. “Conclamo a todos para refletirmos sobre o viver maçônico. A dedicação deve ser contínua dentro e fora da Maçonaria. E essa homenagem, compartilhamos com todos”, finalizou.

HISTÓRIA
A Maçonaria passou a existir como Instituição Filosófica a partir de 24 de Junho de 1717 com a fundação da Grande Loja de Londres. O objetivo da Maçonaria é tornar seus Iniciados homens retos de caráter e, conseqüentemente, retos de ações e condutas, tornando-os exemplos para a sociedade. A Loja “Trabalho, Ciência e Virtude”, comemorou no dia 06 de Junho, 70 anos em Apucarana. Vários pontos de Apucarana como: Banco Comercial do Paraná, Foto Cosmo, Lojas Pernambucanas, Chácara do Narciso, foram palcos de reuniões com o objetivo de formar a loja. 

Dessa maneira um bancário, um comerciário, um promotor publico, um vendedor de bilhetes e dois comerciantes tiveram a ideia de fundar a primeira Loja Maçônica de Apucarana que mais tarde germinaria a semente na loja Maçônica “Trabalho, Ciência e Virtude”. Em 17 de outubro de 1947, após ampla discussão, dois nomes prosperaram na preferência dos Irmãos. Eram eles: “Luz e Amor” e “Trabalho, Ciência e Virtude”. Em votação, obteve-se o seguinte resultado: “Luz e Amor” – 03 votos, “Trabalho, Ciência e Virtude” – 05 votos e 01 voto nulo. De lá para cá foram 70 anos de reuniões, encontros, trabalho e muita dedicação a cidade de Apucarana.