Apucarana

Festa da Cerejeira atrai mais de 25 mil visitantes; veja galeria de fotos

.

Mais de 25 mil pessoas passaram pela  Associação Cultural Esportiva Apucarana (ACEA), durante a 23ª Festa da Cerejeira, realizada de 8 a 11 de junho. Esta edição do evento contou com o patrocínio do Governo do Paraná, por meio da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). 

Entre as atrações da festa estavam o estande da Sanepar e a feira de negócios, além das várias opções de gastronomia, música e dança típicas. Satio Kayukawa, que coordena a festa desde sua fundação, comemora a recuperação da economia pelo número e qualidade dos expositores e do público. “Tivemos a participação maciça da indústria e do comércio, com 100% dos espaços ocupados. Isto é prova de que, embora vivamos um período ruim politicamente, a situação econômica do país está se recuperando”, afirma.

 Ele agradeceu o apoio do Governo do Estado e elogiou o trabalho apresentado pela Sanepar na feira. “Para nós é uma alegria muito grande, receber a Sanepar para demostrar o trabalho que tem feito em Apucarana e no Estado”, destaca. Maquete – No estande da Sanepar foi construída uma maquete em tamanho real, que mostrava como é feita a correta ligação do imóvel à rede pública de coleta de esgoto. 

Sob o chão de vidro, era possível ver e entender a importância das caixas de passagem e da caixa de gordura, e a importância da separação da água de chuva, que deve ir para a galeria pluvial, administrada pelas prefeituras. As pessoas também receberam orientação para nunca jogar o papel higiênico, as fraldas, os absorventes, o fio dental e outros objetos no vaso sanitário, evitando, desta forma, entupimentos e o refluxo de esgoto. 

“Este estande mostra o desafio de coletar e tratar o esgoto da população. Temos aqui uma representação da complexidade do nosso cotidiano”, destacou o gerente geral da Sanepar da Região Nordeste, Sérgio Bahls. 

História
Apucarana é considerada um local ideal para o desenvolvimento das cerejeiras, árvores oriundas do Japão, especialmente pela sua altitude (983 metros), temperatura agradável e ar livre da poluição.  As primeiras árvores plantadas na ACEA vieram com os primeiros imigrantes japoneses há 81 anos. 

Eles e seus descendentes contribuíram para o amplo desenvolvimento da região, notadamente agrícola, e cultivaram as tradições milenares japonesas. A flor de cerejeira (sakura) é o símbolo nacional do Japão e oferece um espetáculo de cores e perfume. Floresce uma única vez ao ano e é considerada sagrada.


Fotos - José Luis Mendes