Mais lidas
Apucarana

Implantes dentários da AMS atendem pacientes da 22ª RS

.

Implantes dentários da AMS atendem pacientes da 22ª RS - Fotos/Divulgação
Implantes dentários da AMS atendem pacientes da 22ª RS - Fotos/Divulgação

 São 140 pacientes em tratamento de 4 municípios e outros 3 estão com atendimento agendado. Os números mostram os resultados dos dois primeiros meses do serviço de implante dentário que a Autarquia Municipal de Saúde de Apucarana está realizando, atendendo a clientela dos municípios da área de abrangência da 22ª Regional de Saúde, sediada em Ivaiporã.

 “Apucarana, que já era referência neste serviço em todo o Paraná desde 2014, em fevereiro deste ano ampliou a oferta de implantodontia pela Autarquia de Saúde de Apucarana aos 16 municípios da 22ª RS mediante credenciamento junto ao Ministério da Saúde”, informa o prefeito Beto Preto. O atendimento, segundo o superintendente do Departamento de Odontologia da AMS, Cezar Verona,  é realizado em Apucarana, com recursos federais, porque os municípios da 22ª RS não dispõem de um Centro de Especialidades Odontológicas (CEO).
Com uma média de 150 implantes dentários ao mês no atendimento exclusivo aos pacientes de Apucarana, de segunda a sexta-feira, o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) da AMS realiza os serviços de implantes dentários aos municípios da região somente aos sábados e feriados. Os 140 pacientes já em tratamento são dos municípios de Cruzmaltina, Lidianópolis, Ivaiporã e Ariranha do Ivaí. “Outros três municípios, Jardim Alegre, Cândido Abreu e Lunardelli, estão com o atendimento agendado, sendo disponibilizadas 40 vagas para cada um”, detalha Verona.
De acordo com o diretor presidente da AMS, Roberto Kaneta, o agendamento para os demais municípios da 22ª RS está aberto, porque existe previsão, ainda para o primeiro semestre deste ano, de ampliação da estrutura de atendimento do CEO. “O número de consultórios vai passar de 8 para 12, o que vai permitir um aumento na capacidade de atendimento na área de implantes dentários”, antecipa Kaneta.
De acordo com o protocolo de atendimento pelo programa, os pacientes fazem a radiografia panorâmica e avaliação. Em seguida, é feita a cirurgia de fixação dos pinos e, após um período de seis meses, são colocadas as próteses.
Segundo o superintendente de Odontologia da AMS, Cezar Verona a implantodontia restabelece em 60% a capacidade de mastigação do indivíduo, melhorando sua qualidade de vida. “Anteriormente, mais precisamente entre 20 a 30 anos passados, tínhamos uma odontologia mutiladora, ou seja, os dentes eram arrancados e o paciente perdia a capacidade de mastigação, acarretando uma série de problemas à vida pessoal. Felizmente, os avanços técnicos mudaram este quadro”, manifesta o dentista.

Pacientes comemoram “conquista do sorriso”
 
A assistente social de Ivaiporã, Andrea Lisboa Marques Stresser, 42 anos, estava entre os 78 pacientes da região atendidos no último sábado (6/5) no CEO. “É a terceira vez que venho aqui e agora retirei os pontos da cirurgia de fixação dos pinos. O atendimento é excelente e acessível a todos e, com certeza, a única oportunidade na vida de muita gente para conseguir o implante. É um tratamento caro e se eu tivesse que pagar não teria condições financeiras”, declara Andrea.
Ezequiel Aparecido de Carvalho, 54 anos, mora em Lidianópolis e é trabalhador da área de produção de um frigorífico da região. Na consulta inicial de avaliação, ele estava bastante esperançoso na cadeira do dentista, já que precisa fazer a reabilitação completa da parte inferior. “Como eu teria a oportunidade de fazer isso pagando? Toda cidade está comentando que agora é possível fazer o implante em Apucarana. Não perdi tempo e assim que fiquei sabendo fui atrás e hoje graças a Deus estou aqui. É uma oportunidade e tanto e não perderia por nada”, afirmou Ezequiel. “Não me adaptei com a dentadura e já faz um ano que estou sem dente. Com o implante tudo vai melhorar na minha vida. Vou poder sorrir à vontade”, acrescenta Ezequiel. 

Ariranha do Ivaí garante 80 vagas 
Entre os 38 pacientes de Ariranha do Ivaí, Lizandra Dias Pelissari, 24 anos, e Sirley Aparecida Dias, mãe e filha, deram no último sábado o primeiro passo para realizar o tão sonhado implante dentário. Em Apucarana pela primeira vez para realizar o tratamento, o grupo daquele município fez a radiografia panorâmica e avaliação no mesmo dia. “Preciso fazer quatro implantes e se fosse pagar teria que deixar como está. Essa estrutura que Apucarana tem na área odontológica era a oportunidade que os municípios menores precisam para receber esse atendimento”, observa Lizandra.
Os pacientes de Ariranha do Ivaí vieram acompanhados da secretária municipal da Saúde, Célia Aparecida Marçal. “Sabia que essa é uma oportunidade única na vida de muita gente e assim que soube que esse atendimento estava sendo disponibilizado através da Autarquia Municipal de Saúde de Apucarana não perdi tempo. Fiz a notícia chegar à população de todas as formas possível, redes sociais, reuniões de grupos, entre parentes e amigos”, conta Célia.
O resultado foi uma lista de 80 pessoas e o agendamento no CEO era para apenas 40 vagas. “Dei preferência para os que se inscreveram primeiro. A decepção e a tristeza dos que ficaram de fora me sensibilizaram muito e graças a Deus consegui outras 40 vagas com pessoa responsável pelo agendamento do Centro de Odontológica de Apucarana e o atendimento já está agendado para dia 17 de junho”, comemora a secretária de saúde.
“Todas essas pessoas estão realizando um sonho que até então era impossível acontecer. A auto- estima de cada um vai ser outra e estou muito feliz por eles”, declara Célia.
 
 
 
 

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber