Apucarana

"Dia D" de vacinação mobiliza 26 UBS em Apucarana 

Da Redação ·
Saúde pública quer alcançar meta com mutirão neste sábado (Fotos – Profeta)
Saúde pública quer alcançar meta com mutirão neste sábado (Fotos – Profeta)

O "Dia D” da campanha Nacional Contra a Gripe acontece neste sábado (13) em Apucarana e seu lançamento contou com uma solenidade na Unidade Básica de Saúde (UBS) Leopoldo Hartwig Júnior, na Vila Nova. Com as presenças do prefeito Beto Preto e do diretor presidente da Autarquia Municipal da Saúde, Roberto Kaneta, o evento inicou às 8h30, simbolizando o início do atendimento que vai se estender até as 17 horas em 26 das 28 UBS do município.

continua após publicidade

“Neste sábado, a vacina vai estar à disposição da população que faz parte dos grupos prioritários, entre 8 e 17 horas. As UBS do Interlagos e Jardim Milani são as duas únicas que estarão fechadas no Dia D da vacinação”, detalha o coordenador do setor de epidemiologia da AMS, Luciano Pereira da Silva.

A Campanha Nacional de Vacinação começou no dia 17 de abril e encerra no próximo dia 26. “A AMS fechou os 26 primeiros dias da vacinação com a cobertura bem perto de 60% (59,84%). Foram vacinadas até o momento 22.284 pessoas dentro da nossa meta de 37.492”, informa Roberto Kaneta.

continua após publicidade

O novo balanço do setor de epidemiologia da AMS mantém a tendência dos grupos com menor e maior cobertura. Os idosos são responsáveis pelo maior percentual de imunização com 71,54%. Já foram vacinados 10.894 da meta de 15.227.

As crianças e as gestantes, por sua vez, detêm os menores índices de cobertura. Apenas 2.572 das 7.479 crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias) foram vacinadas, representando apenas 34,48%. 

Com um percentual um pouco maior, de 40,80%, o número de mulheres grávidas vacinadas até agora é de 552 dentro de uma população estimada de 1.353.

continua após publicidade

A vacina da gripe é destinada a pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados, professores ativos de escolas públicas e privadas (ensino infantil, fundamental, médio e ensino superior) população carcerária, funcionários do sistema prisional e os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis (hipertensão e diabetes), os quais devem apresentar uma prescrição médica na hora da vacinação.

A vacina disponível no SUS protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no país: A/H1N1; A/H3N2 e influenza B.