Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Biblioteca Municipal Monteiro Lobato é revitalizada em Apucarana

.

Telhas da biblioteca foram trocadas. Foto: Assessoria
Telhas da biblioteca foram trocadas. Foto: Assessoria

A troca de telhas, acabando com o problema de goteiras em dias chuvosos, é mais uma etapa do processo de revitalização da Biblioteca Pública Municipal Monteiro Lobato. Situado em prédio antigo e histórico, na Praça Semiramis Braga (Praça do 28), o espaço já recebeu 10 computadores, dois aparelhos de ar-condicionado, adequações no mobiliário, grades de segurança e sistema de alarme, além de diversos projetos que dinamizaram o local e da aquisição de novos títulos para o acervo.

O balanço foi feito nesta sexta-feira (12/05) pela professora Maria Agar Borba Ferreira, secretária municipal de Promoção Artística, Cultural e Turística (Promatur). A professora esteve no local para acompanhar o serviço de colocação de novas telhas, executados por funcionários das secretarias municipais de Obras e de Serviços Públicos. Foram investidos cerca de R$ 4 mil na reforma da cobertura, que tem área de 150 metros quadrados e onde foram colocadas 84 novas telhas.

Conforme relato de funcionárias da biblioteca, as goteiras no espaço eram problema recorrente em dias de chuva. “Tinha até quatro grandes pontos onde chovia dentro. Tínhamos que colocar tambores de lixo para enfrentar a situação”, recorda Tânia Miliari, coordenadora do espaço.
Tânia Miliari afirma que o prédio tem mais de 60 anos e nunca recebeu uma reforma completa da cobertura. “Foram feitos alguns serviços para remediar a situação, como a sobreposição de telhas”, afirma. As novas telhas de amianto foram colocadas em duas etapas. “A primeira, ocorreu em outubro do ano passado e agora está sendo complementado o serviço”, observa.

O prefeito de Apucarana, Beto Preto, ressalta que a revitalização extrapola a área do prédio e abrangerá também o entorno. “Já colocamos 18 novas lixeiras na praça e a concha acústica está recebendo uma pintura nova. Pretendemos ampliar as ações neste importante espaço público, mas para isso estamos aguardando o trâmite burocrático que passa a propriedade da praça ao Município e que atualmente pertence ao governo do Estado”, pontua.

A biblioteca também passou por uma transformação na disposição de móveis e recebeu 10 máquinas para pesquisas com acesso gratuito e livre a internet. Além das melhorias na estrutura física e no atendimento, a Promatur vem investindo em diversos projetos. Em parceria com o Colégio Estadual Nilo Cairo e a Autarquia Municipal de Educação, é realizada a Hora do Conto, com a encenação de peças infantis na concha acústica. “Adquirimos também periodicamente livros dos autores que são solicitados nos vestibulares da UEL e da UEM”, acrescenta Maria Agar.

O acervo da Biblioteca Pública Monteiro Lobato, inaugurada em 1968, é de 27.200 títulos. “Diariamente, emprestamos cerca de 70 obras, entre romances, pesquisas, revistas, enciclopédias e outros”, estima Maria Agar, acrescentando que novos projetos estão sendo implantados, como os cursos de informática básica, de redação e interpretação de texto e do de Geogebra (Geometria e Álgebra). “A maior parte dos projetos é tocada através de parcerias e com o auxílio de voluntários”, frisa Maria Agar.

Prêmio nacional
Os frutos dessa nova dinâmica já começam a ser colhidos. A Biblioteca Pública Monteiro Lobato foi selecionada, no início deste ano, entre as “Cinco Melhores Praticas em Bibliotecas Públicas do País” e recebeu como prêmio um projetor multimídia e uma tela retrátil.

A seleção aconteceu através do concurso “Reconhecimento RECODE” de Boas Práticas em Bibliotecas Públicas pelo Brasil, promovido pela Organização  Social RECODE, que é financiada pela Fundação Bill e Melinda Gates.

Trata-se de um concurso nacional, no qual participaram 28 bibliotecas públicas integrantes do programa RECODE em Bibliotecas Públicas. Entre os programas desenvolvidos pela Promatur na biblioteca, a premiação nacional foi conquistada através do Curso de Arte Urbana e Grafite. A atividade foi oferecida naquele espaço para 3 turmas de 20 alunos cada, com  idade entre 10 e 16 anos.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber