Mais lidas
Apucarana

Supermercados vão abrir na Sexta-Feira Santa em Apucarana

.

Os estabelecimentos voltaram atrás na decisão e não abriram as portas durante o feriado religioso. (Foto: Sérgio Rodrigo)
Os estabelecimentos voltaram atrás na decisão e não abriram as portas durante o feriado religioso. (Foto: Sérgio Rodrigo)

Pela primeira vez em Apucarana, supermercados terão permissão para abrir na Sexta-Feira Santa. Três estabelecimentos entraram em acordo com o Sindicato dos Empregados no Comércio de Apucarana (Siecap). A medida é polêmica, pois envolve o feriado religioso mais importante para o Cristianismo. Os supermercados Muffato, Condor e Cidade Canção conseguiram autorização para funcionar na Sexta-Feira Santa, que acontece na semana que vem. 

Os funcionários trabalharão a partir das 8 horas, mas as lojas devem abrir apenas uma hora depois. O expediente termina às 14 horas. O acordo, que não faz parte da convenção coletiva, foi realizado diretamente entre as empresas e o Siecap, o que é permitido pela lei. De acordo com o presidente do sindicato dos trabalhadores, Anivaldo Rodrigues da Silva, o acordo já vinha sido discutido desde o ano passado. 

“Durante a convenção coletiva, para que houvessem ganhos salariais maiores, precisamos ceder em alguns pontos. Um deles era esse feriado, que ficou em aberto para ser negociado individualmente pelas empresas posteriormente”, diz ele, lembrando que os funcionários de supermercados conquistaram reajuste 0,5% maior do que a inflação. “A intenção das empresas é incentivar as vendas da Páscoa. Pode ser que mais estabelecimentos fechem acordo nos próximos dias”, diz Anivaldo. 

Os profissionais receberão um valor adicional por trabalharem no feriado, além de um dia prévio de folga. De acordo com o sindicato, os trabalhadores mais religiosos devem ficar de fora da escala de trabalho. 

“Como não é o quadro todo de funcionários que irá trabalhar, orientamos os supermercados a selecionarem aqueles funcionários que não se importam em trabalhar no dia e receber por isso. Isso é para que aqueles que irão trabalhar sejam os que precisam do adicional, sem atrapalhar a crença de ninguém”, afirma. 

O sindicato pretende ainda ficar de olho nos outros estabelecimentos. De acordo com o Siecap, vários mercados, sobretudo em bairros mais afastados, abrem as portas no feriado, mesmo sem acordo com o sindicato. O Siecap promete entrar na Justiça contra esses estabelecimentos. Vale ressaltar que no domingo de Páscoa, nenhum estabelecimento será autorizado a funcionar.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber