Mais lidas
Apucarana

Mais de 13 mil imóveis vão precisar trocar de número em Apucarana

.

Expectativa é que a troca dos números comece, no máximo, no segundo semestre deste ano. Foto: Sérgio Rodrigo
Expectativa é que a troca dos números comece, no máximo, no segundo semestre deste ano. Foto: Sérgio Rodrigo

Mais de 13 mil imóveis vão precisar trocar a numeração em Apucarana, o que representa cerca de 30% das edificações. O projeto de lei que prevê a regularização da numeração predial no Município segue nesta quinta-feira (6) para votação final em sessão extraordinária na Câmara de Vereadores. Ontem, os vereadores votaram o projeto após pedir explicações ao Departamento Jurídico, à Secretaria de Obras e ao Instituto de Desenvolvimento, Pesquisa e Planejamento (Idepplan). 

A expectativa é que a troca dos números comece, no máximo, no segundo semestre. Segundo o secretário de Obras, Herivelto Moreno um estudo feito em parceria com a Sanepar, Copel e Correios identificou os pontos mais críticos. 

“A região do Jardim Ponta Grossa concentra o maior número de imóveis com problemas na numeração, assim como o Recanto do Lago, que precisará ser quase toda revista”, afirma.

Leia a reportagem completa na edição desta quinta-feira (6), do Jornal Tribuna do Norte. 

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber