Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Africanos e brasileiros lutam hoje pelo lugar mais alto do pódio da Prova 28  

.

​Africanos e brasileiros lutam hoje pelo lugar mais alto do pódio da Prova 28  - IMAGEM ILUSTRATIVA
​Africanos e brasileiros lutam hoje pelo lugar mais alto do pódio da Prova 28 - IMAGEM ILUSTRATIVA

Como tem acontecido nos últimos anos na corrida de 10 Km, africanos e brasileiros mais uma vez lutarão pelo lugar mais alto do pódio hoje pela 55ª Prova Pedestre 28 de Janeiro em Apucarana. A largada será às 20h15, defronte a Caixa Econômica Federal, na Praça Rui Barbosa. A competição faz parte das comemorações do 73º aniversário de Apucarana. Os principais favoritos no masculino são o queniano Mathew Cheboi, o tanzaniano Nelson Mbuya e o brasileiro Altobeli Santos da Silva. 

Os dois primeiros já sentiram o gosto da vitória na competição apucaranense. Cheboi foi campeão em 2005 e 2006, e Mbuya conquistou o título em 2012. Paulista de Catanduva e pertencente a equipe Asa, de São Bernardo do Campo, Altobeli vem de bons resultados em 2016 e também no ano passado disputou a prova de 3.000 metros com obstáculos nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. 

Ainda esperam chegar entre os primeiros colocados os paranaenses Fernando Alex Fernandes e Paulo Alves do Santos (Maringá), Jeferson Alberto dos Santos (Campo Mourão) e o paulista Elissandro Aparecido de Oliveira (Sarutaia). Além do mais, os brasileiros tentam quebar um tabu na prova. Há cinco anos que um atleta do país não vence a “28”. 

No feminino são cinco atletas cotadas para a primeira posição: as brasileiras Josiane da Silva Cardozo e Patrícia Lobo, e as africanas Emmaculate Jebet (Quênia), Shewaye Woldemeskel (Etiópia) e Failuna Matanga (Tanzânia). Atleta paranaense, Joziane vem em busca da sua quarta vitória na corrida em Apucarana. Ela é tricampeã: 2011, 2014 e 2016. 

Patrícia, que é de Maringá, no ano passado na “Cidade Alta” ficou em primeiro lugar na prova de 5 Km. Emmaculate e Shewaye correm pela equipe Fila/Bioleve e são empresariadas pelo técnico Moacir Marconi, o Coquinho, enquanto Failuna defende a Luasa Sports, de Taubaté-SP. Outros destaques no feminino são a argentina Marcela Cordeiro, do Cruzeiro-MG, Tatiane Silva, de Guarapuava, e as apucaranenses Rosiane Cristina Bolonhezi, Lourdes Maria de Jesus Oliveira e Renata Rosini.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber