Mais lidas
Apucarana

Praça 28 de Janeiro recebe visita de ‘pássaro-fantasma’

.

Urutau, pássaro de hábitos noturnos e solitários, estava pousado nos fios de telefonia. Foto: Tribuna do Norte
Urutau, pássaro de hábitos noturnos e solitários, estava pousado nos fios de telefonia. Foto: Tribuna do Norte

Quem passou ontem de manhã pela Praça 28 de Janeiro, no centro de Apucarana, teve a oportunidade de presenciar uma cena rara. Foi preciso, no entanto, um olhar atento e apurado para não perder um desses espetáculos da natureza. Um urutau, pássaro de hábitos noturnos e solitários, estava pousado nos fios de telefonia.

Conhecido como “pássaro fantasma’ ou “mãe da lua”, o urutau dificilmente pode ser visto durante o dia e também raramente abre mão de sua principal característica: o disfarce. O pássaro costuma se camuflar na ponta de um galho seco, aparentando ser o prolongamento da madeira, com o objetivo de se proteger de eventuais predadores. 

Outra característica é a completa imobilidade. Seu canto também é famoso pelo lamento. O tom queixoso e plangente aumenta a lenda em torno desse animal extremamente peculiar e quase inacessível, que prefere a solidão e o silêncio da noite.  Edson Luiz Ferreira Lima, funcionário de uma imobiliária, percebeu a presença do ilustre visitante logo pela manhã. Ele lembrou a espécie e ficou encantado. Pesquisou na internet, leu tudo que pôde sobre o pássaro e não cansou de observá-lo. “É um privilégio ver esse pássaro. É uma cena rara”, comenta. 

O motorista apucaranense Termínio Rosa Alves também parou para observar, mas imitou a principal característica do pássaro e fez uma observação em tom de lamento: “É bonito, mas também triste. Mostra que está faltando floresta e os animais estão precisando vir para a cidade”, disse. As pessoas passavam e olhavam curiosas para o pássaro, que permaneceu imóvel, exibindo a todos a sua solidão.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber