Apucarana

Lions realiza 6ª Feira de Brinquedos em Apucarana

Da Redação ·
Crianças tiveram a oportunidade de comprar seus brinquedos por preços simbólicos. Foto: José Luiz Mendes
Crianças tiveram a oportunidade de comprar seus brinquedos por preços simbólicos. Foto: José Luiz Mendes

O Lions Clube de Apucarana realizou ontem a 6ª Feira de Brinquedos. Mais de 4 mil itens foram disponibilizados para as crianças carentes do município e região, a preços simbólicos entre R$ 0,50 e R$ 2. Já nas primeiras horas da manhã, diversas crianças já esperavam a abertura dos portões do salão da Paróquia São Benedito, na Vila Regina.

continua após publicidade

Lions realiza 6ª Feira de Brinquedos em Apucarana fonte: Reprodução

O garoto Raí Riquelme Montanini, de 5 anos, era uma das crianças que aproveitou o evento para comprar os seus brinquedos. “Comprei vários, mas o que eu mais gostei foi o quebra-cabeças”, diz. O pai, Júlio César, aprovou. “As crianças gostam muito. Os brinquedos são bons e os pequenos se divertem. É excelente”.A dona de casa Maria Lindaura Barbosa também gostou do evento. “A criançada fica toda alegre. Vão brincar o dia inteiro”. 

continua após publicidade

Lions realiza 6ª Feira de Brinquedos em Apucarana fonte: Reprodução

Ela levou o neto, Leonardo Silva, de 5 anos, que comprou vários brinquedos. “Comprei uma moto de brinquedo, um boneco, uma mochila e um tênis. Gostei bastante”, disse ele.A organizadora e idealizadora da feira, Célia Yoshii, que integra o Lions, destaca que são brinquedos usados que foram doados pela comunidade e reformados por voluntários. 

Lions realiza 6ª Feira de Brinquedos em Apucarana fonte: Reprodução
continua após publicidade

"É um trabalho que realizamos praticamente o ano todo. Recebemos doações e ao longo dos meses os voluntários se dedicam a limpar, restaurar e embalar os brinquedos que ficam como novos. É uma maneira de reaproveitar aquilo que as crianças já deixaram de lado", comenta. 

O dinheiro arrecadado será destinado à paróquia. “Colocar um preço, mesmo sendo simbólico, serve para que as crianças tenham esse poder, aprendam a lidar com o dinheiro e saibam que eles podem adquirir suas coisas, valorizando assim os itens”, afirma Célia.