Apucarana

Polícia apreende 1,9 mil comprimidos de ecstasy avaliados em R$ 100 mil

Da Redação ·
Droga foi encontrada pela Polícia Civil durante vistoria minuciosa na caminhonete. Foto: Delair Garcia
Droga foi encontrada pela Polícia Civil durante vistoria minuciosa na caminhonete. Foto: Delair Garcia

A Polícia Civil localizou 1.950 comprimidos de ecstasy na tarde desta quinta-feira (24), em Apucarana (norte do Paraná). A droga, avaliada em R$ 100 mil, estava escondida em um compartimento secreto de uma caminhonete apreendida pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na última terça-feira (22). Também foram encontrados 8 munições no veículo.

continua após publicidade

Na ocasião, dois homens de 24 e 30 anos foram presos com carro adulterado, 20 relógios e R$ 37 mil em cheques. Também foram apreendidos um Toyota Corolla e uma caminhonete Toyota Hilux.

Os veículos foram encaminhados à 17ª Subdivisão Policial (SDP) e, durante vistoria minuciosa foram encontrados os comprimidos de ecstasy.

continua após publicidade

“Durante a vistoria encontramos grande quantidade de substância entorpecente. Agora, além dos outros crimes, os suspeitos foram autuados também por tráfico de drogas e associação ao tráfico”, reiterou o delegado adjunto da 17ª SDP, Marcus Felipe da Rocha Rodrigues.  

Polícia apreende 1,9 mil comprimidos de ecstasy avaliados em R$ 100 mil fonte: Reprodução
continua após publicidade

Relembre o caso
Na manhã da última terça-feira, a PRF prendeu dois homens em flagrante por uso de documento falso, direção perigosa, adulteração e receptação de veículo, na BR-376, em Apucarana.

Tiago Gonçalves, 24 anos e Rodrigo Sales, 30 anos dirigiam um Toyota Corolla e uma caminhonete Toyota Hilux, respectivamente. O motorista do Corolla desobedeceu a ordem de parada, e foi seguido pelos policiais rodoviários federais até o Distrito de Vila Reis.

Polícia apreende 1,9 mil comprimidos de ecstasy avaliados em R$ 100 mil fonte: Reprodução
continua após publicidade

Ao longo do caminho, ele trafegou em alta velocidade e fez ultrapassagens em locais proibidos, colocando em risco os demais usuários da rodovia, inclusive alguns funcionários que trabalhavam em uma obra.

homem abandonou o veículo e fugiu antes da chegada da equipe da PRF. Com a informação de que ele havia sido resgatado por uma Hilux de cor prata, que também transitava em alta velocidade, os policiais rodoviários federais conseguiram fazer a abordagem e efetuar a prisão da dupla, em frente à unidade operacional da PRF.

Os presos transportavam 20 relógios de pulso de diversas marcas, além de R$ 37,2 mil em cheques. O motorista da Hilux ainda tinha contra si um mandado de prisão pelo crime de roubo agravado, expedido pela 2ª Vara Criminal de Maringá.

Eles apresentaram aos agentes da PRF um documento falso do Corolla. Com placas clonadas de um outro automóvel similar, o carro havia sido roubado antes mesmo de ter sido emplacado.