Apucarana

Menores flagrados traficando drogas e furtando fios em Apucarana são apreendidos pela PM

.

Em mochila de garoto a PM localizou 12 cartuchos de munição calibre 38, uma embalagem contendo 205 pedras de crack, e outra contendo 46,9 gramas de maconha - Foto: Divulgação/PM
Em mochila de garoto a PM localizou 12 cartuchos de munição calibre 38, uma embalagem contendo 205 pedras de crack, e outra contendo 46,9 gramas de maconha - Foto: Divulgação/PM

A Polícia Militar (PM) de Apucarana registrou mais duas situações de atos infracionais de furto e tráfico de drogas nas últimas 24 horas.Conforme o Centro de Operações da PM (Copom), seguranças da Companhia América Latina Logística (ALL) flagraram dois adolescentes, de 14 e 15 anos, com fios furtados de um frigorífico no Parque Bela Vista (zona norte da cidade), desativado recentemente.

Os seguranças da ALL passavam pela Rua Santa Catarina, quando avistaram os dois menores com fios de cobre e os abordaram. Os meninos confessaram que haviam furtado os fios. Os adolescentes foram detidos pela PM e encaminhados a 17ª SDP para providências legais.

205 pedras de crack
Já na Rua Santa Helena, no Núcleo Habitacional Dom Romeu Alberti, também na zona norte de Apucarana, dois adolescentes foram apreendidos por tráfico de drogas. Conforme boletim de ocorrência da PM, durante patrulhamento os policiais perceberam dois jovens em atitudes suspeitas saindo de uma residência. 

Ao ser dada voz de abordagem, um dos meninos não acatou a ordem de parada e empreendeu fuga, adentrando em outra casa, mas acabou alcançado e detido. Na mochila do garoto a PM localizou 12 cartuchos de munição calibre 38, uma embalagem contendo 205 pedras de crack, e outra contendo 46,9 gramas de maconha; balança de precisão, um aparelho celular Samsung e pequena quantia em dinheiro, além um caderno contendo dados de movimentação financeira supostamente do tráfico de drogas.

Com o outro menor nada de ilícito foi encontrado, porém o mesmo relatou que estava junto com seu tio e que ambos vendiam drogas próximo ao colégio Três Reis e revelou o nome de quem seria o fornecedor do tóxico.Os dois menores foram levados à a 17ª SDP para as junto as drogas, o dinheiro e as drogas apreendidas. 

Conselho e Promotoria
O caso foi relatado ao Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente e à Promotoria da Infância e Juventude.