Apucarana

Biometria não deve atrasar votação no domingo

Da Redação ·
Segundo turno das eleições em três cidades do Paraná pode ser atrapalhado porocupações de estabelecimentos de ensino - Foto: Sérgio Rodrigo
Segundo turno das eleições em três cidades do Paraná pode ser atrapalhado porocupações de estabelecimentos de ensino - Foto: Sérgio Rodrigo

As eleições desde ano contam com um novo dispositivo. O leitor biométrico. Dos 399 municípios paranaenses, 67 já adotaram a biometria. Os eleitores da Comarca de Apucarana, que abrange também Cambira e Novo Itacolomi, pela primeira vez vão liberar as urnas através da leitura da própria digital. 

continua após publicidade

Diferente das eleições anteriores, quando o procedimento era feito por um mesário. Esta é basicamente a única mudança, explica a chefe de cartório da 28ª Zona Eleitoral, Andrea Sílvia Milanin.

Quem fez o cadastro biométrico, deve comparecer ao local de votação com um documento com foto, para que o mesário possa fazer a identificação. “O eleitor poderá fazer quatro tentativas de leitura da digital, caso o leitor não consiga fazer a leitura, o mesário fará a liberação da urna manualmente”, explica.

continua após publicidade


A liberação será feita através da digitação do ano nascimento do eleitor, complementa Andrea. Somente após a liberação, a urna estará pronta para o eleitor indicar os números correspondentes de seus candidatos a vereador e prefeito.

Leia a matéria completa na edição impressa desta quinta-feira (29) (ou versão digital) do jornal Tribuna do Norte.