Apucarana

Suspeito de assaltos em Apucarana é preso pela Polícia Militar

Da Redação ·
Foto: Divulgação/Polícia Civil
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem suspeito de assaltar vários estabelecimentos comerciais nos últimos dias na área de Apucarana (norte do Paraná) foi preso na noite de sexta-feira (2) pela Polícia Militar (PM). Edmilson Honorato Pires, o "Bob", de 47 anos, jogava baralho em um bar na Vila Nova (zona leste/sul da cidade) quando acabou localizado e detido, com apoio de equipe do Serviço Reservado (P2).

continua após publicidade

Edmilson Honorato Pires, 47 anos, foi levado à 17ª SDP para ser indiciado pela delegada Luana Lopes. A polícia chegou até Bob através imagens de câmeras de monitoramento e ele já foi reconhecido por uma das vítimas.

Nesta semana, lojistas convocaram as associações representantes da categoria e fizeram uma reunião com o comando da Polícia Militar (PM) e Prefeitura. Segundo a presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Apucarana (Sivana), a empresária Aída Santos Assunção, os assaltos estavam provocando um clima de insegurança entre os comerciantes.

continua após publicidade

O comandante do 10º BPM, de Apucarana, José Francisco Cardoso, admite que a reclamação é legítima. Cardoso disse que irá reativar o módulo na área central até o fim do mês e também irá reforçar o policiamento com os novos soldados. 

O comandante orienta que sempre que ocorrer uma situação de furto ou roubo é importante, se possível, prestar atenção nas características físicas, roupas usadas e direção tomada na fuga. “E claro, nunca se deve reagir. A reação deve ficar por conta da PM, que está preparada. Para isso, é importante ligar imediatamente para a polícia, depois para o patrão e familiares, porque o tempo faz toda a diferença na localização dos suspeitos”, orienta.  

Cardoso frisa que, a partir de 1º de outubro, os alunos da Escola de Formação de Soldados vão iniciar o estágio nas ruas. “É uma possibilidade real de diminuir o crime. Serão 48 soldados a mais nas ruas. E partir de dezembro, eles estarão aptos a trabalhar sozinhos”, afirma.  

continua após publicidade

O comandante citou ainda que foi aprimorado o sistema de comunicação, melhorando o gerenciamento das estatísticas das ocorrências (mapeamento), além da aquisição de fuzis. E

POLICIAMENTO VELADO
Ele também disse que atualmente o comando tem se utilizado do “policiamento velado”, a partir de viaturas descaracterizadas.  O tenente coronel ressaltou ainda que o volume de prisões em Apucarana é proporcionalmente maior quando comparado a outros municípios como Londrina, Arapongas, Rolândia.