Apucarana

PM vai agregar câmeras particulares de monitoramento para otimizar segurança pública

Da Redação ·
Comandante do  10º BPM, tenente coronel José Francisco Cardoso - Segurança Pública é uma obra de arte que não pode ser assinada por um artista só
Comandante do 10º BPM, tenente coronel José Francisco Cardoso - Segurança Pública é uma obra de arte que não pode ser assinada por um artista só

Um novo modelo de sistema de vigilância urbana através da agregação de câmeras de monitoramento particulares poderá ser colocado em prática nas próximas semanas em Apucarana (norte do Paraná).

continua após publicidade

A informação foi divulgada nesta segunda-feira (1) pelo comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar (BPM), tenente coronel José Francisco Cardoso, durante uma autoavaliação do trabalho da corporação realizado nos últimos 60 dias, quando o oficial assumiu a função. 

O comandante explica que o sistema interligado de monitoramento com áudio (desde que haja concordância do proprietário do imóvel onde está a câmera direcionada para locais públicos em facultar acesso às imagens) vai possibilitar um link no qual policiais militares poderão acessar imagens dos locais das ocorrências e repassar informações às equipes que forem até os locais dos fatos.  

continua após publicidade

"Cada comandante tem sua filosofia de trabalho; nós consideramos que a tecnologia pode ser uma grande aliada da polícia no trabalho da segurança pública e com esse link agrupador de imagens de todas as regiões da cidade, poderemos dar uma nova e positiva dinâmica ao trabalho policial", frisa o tenente coronel. 

Ele acrescenta que alguns policiais do 10º BPM participam atualmente de curso de treinamento para operar um software que otimiza o trabalho de atendimento via fone 190 e ainda possibilita o mapeamento de locais, horários e tipos de ocorrências policiais.  

GEOPROCESSAMENTO
"Através de um trabalho efetivo de geoprocessamento das ocorrências policiais, com a natureza, horários e locais dos fatos bem detalhados, o nosso foco no serviço pode ficar mais específico e assim conseguiremos melhores resultados no combate à criminalidade", prevê Cardoso. 

continua após publicidade

O comandante aposta ainda na ostensividade do trabalho operacional para fazer frente aos criminosos. "Hoje temos 15 motocicletas para o pessoal da Rocam Motos e vamos intensificar os patrulhamentos e diligências com esse tipo de veículo, que tem agilidade no deslocamento e acesso a locais impossíveis de chegar de carro", observa.

POLÍCIA E COMUNIDADE
O tenente coronel José Francisco Cardoso acrescenta que um outro tópico faz parte da sua filosofia de trabalho: a proximidade com a comunidade. "O nosso trabalho não deve atender a critérios pessoais e confiança da população da polícia é fundamental para que o serviço na área de segurança pública seja satisfatório. 

"Assim poderemos não apenas receber solicitações da população, mas também informações que possam auxiliar a polícia. Como diria um coronel da PMPR: Segurança Pública é uma obra de arte que não pode ser assinada por um artista só", completa o comandante do 10º BPM.