Apucarana

Trecho que dá acesso a Pirapó é totalmente interditado neste sábado

Da Redação ·
Trecho que dá acesso a Pirapó é totalmente interditado neste sábado. Foto: Sérgio Rodrigo
Trecho que dá acesso a Pirapó é totalmente interditado neste sábado. Foto: Sérgio Rodrigo

A concessionária Viapar bloqueou o acesso principal ao Distrito do Pirapó, em Apucarana, dando prosseguimento à obra de duplicação da BR-376, entre Apucarana e Jandaia do Sul. O acesso ao distrito deverá ser feito por duas vias alternativas até o final do ano. A obra ficou parada durante quase quatro anos e agora começou a ser retomada. Uma trincheira será construída no local para acesso à localidade sem necessidade de cruzar a pista. 

continua após publicidade

De acordo com nota divulgada pela empresa, o acesso ficará totalmente fechado. Provisoriamente, para acessar o distrito os usuários terão duas opções. Uma delas na altura do km 231,1, perto do entroncamento do contorno Norte de Apucarana. Já o outro ponto fica no km 229,2 – próximo ao motel do distrito. 

A Viapar orienta que os motoristas reduzam a velocidade e redobrem a atenção no trecho para evitar acidentes, pois o trânsito ficará complicado no local.  Tesoureira da Associação dos Moradores do Pirapó, Célia Schmidt afirma que a obra faz muita falta para os moradores do local. “Todos os dias têm acidente no trevo de entrada do Pirapó. 

continua após publicidade

As pessoas correm um risco tremendo. Tem gente morrendo nesse trevo. Essa trincheira é esperada pelos moradores do distrito há muitos anos”, diz. No entanto, segundo ela, a alternativa para os moradores entrarem e sairem do Pirapó está em péssimas condições. “Os trechos não são asfaltados e ficam com muito barro quando chove. Vai haver muito transtorno para os moradores do Pirapó. Acredito que deveriam arrumar essas entradas antes de obrigar os moradores a utilizá-las”, destaca.  

DUPLICAÇÃO
A duplicação da BR-376 entre Jandaia do Sul e Apucarana, já concluída nos outros pontos, está parada no trecho de acesso ao Distrito do Pirapó desde dezembro de 2012. De acordo com a concessionária Viapar, responsável pelo trecho e também pela obra, as negociações de desapropriação das áreas adjacentes à pista, necessárias para a construção da trincheira, obrigaram a empresa a adiar as obras.

A assessoria de imprensa da empresa afirma que a expectativa é de término ainda neste ano. A trincheira do Pirapó faz parte da duplicação iniciada em 2012 do trecho de cerca de 10 quilômetros entre Apucarana e Jandaia do Sul. O custo total da obra foi de mais de R$ 42 milhões. De acordo com o projeto inicial, a expectativa para entrega da obra era no final de 2013.