Apucarana

Três passageiros e dois suspeitos são feridos a tiros durante tentativa de roubo a ônibus

Da Redação ·
Motorista de ônibus abordado por bandidos em Apucarana pediu socorro na praça de pedágio de Mandaguari -   Foto: Claudemir José da Rede Massa
Motorista de ônibus abordado por bandidos em Apucarana pediu socorro na praça de pedágio de Mandaguari - Foto: Claudemir José da Rede Massa

Uma tentativa de roubo a um ônibus na PR-444 (Rodovia Hermínio Penacchi), próximo ao distrito da Caixa de São Pedro, no município de Apucarana (norte do Paraná), resultou em confronto entre suspeitos e um policial militar à paisana. Três passageiros e dois assaltantes acabaram feridos a tiros.

O ônibus da empresa Rotas seguia de Goiânia para Foz do Iguaçu e por volta das 2 horas após passar pelo pedágio na BR-369 (Rodovia Mello Peixoto), no município de Arapongas, um veículo ocupado por criminosos armados emparelhou com o coletivo. Eles mandaram que o motorista parasse. O condutor ficou assustado e parou o ônibus no acostamento.

Na sequência dois assaltantes entraram no coletivo. Um policial militar do Batalhão de Fronteira que estava à paisana no ônibus reagiu e teve início um confronto De acordo com a PM, três passageiros e dois ladrões acabaram feridos. A polícia detalhou que os bandidos foram baleados no tórax, mas mesmo assim conseguiram descer do coletivo e fugir no carro onde um comparsa ao volante os esperava.

SOCORRO EM PRAÇA DE PEDÁGIO

Em seguida o motorista do ônibus foi até a praça de pedágio de Mandaguari, onde pediu socorro. Os passageiros Luciano Carvalho Dodek, de 20 anos, Tamara Vilarrubia Balbo, de 25, e Maria de Lourdes de Alcântara, de 57, acabaram baleados. Eles foram encaminhados ao Hospital Metropolitano de Sarandi e não correm risco de morrer, segundo informações de socorristas.  Uma quarta passageira , Isabela Cristina Silveira Brentegam, de 22, acabou ferida superficialmente por estilhaços de vidros.

continua após publicidade


INQUÉRITO
A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar a autoria da tentativa de roubo e agora apurar se pessoas feridas a tiros deram entrada em hospitais da região.

Neste ano já foram registrados mais de cinco assaltos a ônibus no mesmo trecho da PR-444, segundo informação da Polícia Rodoviária Estadual (PRE).