Apucarana

Ministro da Saúde participa de reunião da Amuvi em Apucarana 

Da Redação ·
Ministro Ricardo Barros durante reunião com prefeitos em Apucarana -
Ministro Ricardo Barros durante reunião com prefeitos em Apucarana -

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, e o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, se reuniram nesta sexta-feira (24), em Apucarana, com cerca de 70 prefeitos, diretores de hospitais e demais gestores de saúde da região do Vale do Ivaí.A pauta do encontro foi a necessidade de um maior financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS) por parte do governo federal.Em Apucarana para a inauguração da unidade regional do Centro de Especialidades do Paraná, Barros deu detalhes sobre a atual situação financeira da União e assegurou que está trabalhando para solucionar os problemas de financiamento.

“Os recursos estão escassos, por isso temos que melhorar a gestão e otimizar o uso do dinheiro público, garantindo que a população não seja prejudicada. Em breve, com a estabilização política e econômica do Brasil, teremos a perspectiva de ampliar os investimentos no setor”, ressaltou Barros.Segundo o prefeito de Cambira, Maurilio Santos, a maior dificuldade dos municípios está no custeio das atividades. “Está cada vez mais difícil bancar as despesas com unidades de saúde e demais serviços do setor. Precisamos de mais apoio da União, visto que o Estado tem feito a sua parte”, revelou.

O prefeito de Ivaiporã, Carlos Gil, também destacou a necessidade de investimentos na estruturação e custeio da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município. “Temos uma UPA que será referência para o atendimento de urgência e emergência para a população de Ivaiporã e mais cinco cidades. Estamos em busca de equipamentos para inaugurá-la e depois de custeio para garantir o funcionamento”, relatou.

UTI - ARAPONGAS

Há também o caso do Hospital Regional João de Freitas, em Arapongas, que tem 20 leitos de UTI prontos, mas que ainda não foram habilitados pelo Ministério da Saúde. A estrutura entrará em funcionamento graças ao repasse de recursos do Governo do Estado, que assumirá o pagamento administrativo.

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, o Estado vai investir recursos próprios para viabilizar a abertura e manutenção de serviços de importância regional, como é o caso do João de Freitas. O governo estadual anunciou nesta semana que vai, inclusive, ampliar o valor das diárias pagas por leitos de UTI neonatal, fortalecendo a Rede Mãe Paranaense.

”Entendemos que o governo do presidente Temer pegou o País quebrado e agora está trabalhando para equilibrar as contas. Por isso, não nos negamos a ajudar neste período crítico e dar um aporte maior de recursos para que as prefeituras e hospitais fortaleçam suas estruturas e não reduzam a oferta de serviços”, assegurou o Caputo Neto.

continua após publicidade

Ministro da Saúde participa de reunião da Amuvi em Apucarana  fonte: Reprodução