Apucarana

Praça do Japão é lançada na Festa da Cerejeira

Da Redação ·
 A praça será implantada no Parque Jaboti, com área de 6 mil metros, incluindo um jardim japonês, portais de entrada (torys), ponte, cascata e um monumento em homenagem aos pioneiros nipônicos . Foto: Assessoria
A praça será implantada no Parque Jaboti, com área de 6 mil metros, incluindo um jardim japonês, portais de entrada (torys), ponte, cascata e um monumento em homenagem aos pioneiros nipônicos . Foto: Assessoria

O anúncio da construção da Praça do Japão, em homenagem aos 80 anos da imigração japonesa em Apucarana marcou a abertura da 22ª Festa da Cerejeira na Associação Cultural e Esportiva de Apucarana (ACEA). A praça será implantada no Parque Jaboti, com área de 6 mil metros, incluindo um jardim japonês, portais de entrada (torys), ponte, cascata e um monumento em homenagem aos pioneiros nipônicos .

continua após publicidade

Ao participar da solenidade, o prefeito Beto Preto apresentou vídeo com imagens computadorizadas da futura Praça do Japão. Ele enalteceu a contribuição da colônia japonesa no desenvolvimento de Apucarana e região.

“Em Apucarana as primeiras famílias japoneses aportaram aqui no ano de 1936. Isso aconteceu 8 anos da emancipação do município em 1944”, destacou Beto Preto. O prefeito lembrou ainda que em sua gestão, a Festa da Cerejeira, por meio de Lei Municipal, se transformou em “Patrimônio Histórico, Cultural e Artístico do Município”.

continua após publicidade

Ao discursar no evento o presidente da ACEA, Paulo Yoshii, disse que a festa valoriza a cultura e mantém viva as tradições japonesas. “Nos encanta muito constatar que famílias de todas as regiões do Paraná vêm a Apucarana para contemplar a florada das cerejeiras”, assinalou Yoshii, que agradeceu as presenças do Cônsul geral do Japão em Curitiba, Toshio Ikeda; e de Hiroshi Tanigushi, representante da Aliança Cultural Brasil-Japão do Paraná.

O deputado Federal Luiz Nishimori destacou os 22 anos de realização da festa da colônia japonesa em Apucarana. “A cultura e as tradições do Japão são valorizadas e mostradas para todo o Paraná, pela iniciativa dos descendentes dos pioneiros nipônicos”, elogiou Nishimori.

Já o Cônsul Geral do Japão em Curitiba, Toshio Ikeda, saudou a colônia japonesa em Apucarana pelos 80 anos de imigração. “Apucarana é exemplo de convivência harmoniosa dos nikkeis com o povo brasileiro, constituído por uma rica diversidade étnica e cultural”, assinalou.

A solenidade foi encerrada com o lançamento da pedra fundamental da futura Praça do Japão em Apucarana. A Festa da Cerejeira prossegue amanhã e depois na sede da ACEA, junto ao Parque Jaboti, com atrações gastronômicas, estandes da agricultura familiar, feira do automóvel e shows artísticos.