Apucarana

Apucarana realiza 1ª Conferência Municipal de Economia Solidária

Da Redação ·
Imagem da pré-conferência de Economia Solidária realizada no começo do mês (Foto: Divulgação/Prefeitura de Apucarana)
Imagem da pré-conferência de Economia Solidária realizada no começo do mês (Foto: Divulgação/Prefeitura de Apucarana)

A Prefeitura de Apucarana realizará nesta quina-feira (19), a 1ª Conferência Municipal de Economia Solidária. O evento acontecerá das 8h ao meio dia, no polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB), localizada na praça Ruy Barbosa nº 12.

continua após publicidade

A conferência tem como objetivo consolidar a política pública de economia solidária através da lei municipal 161-15  sancionada em 30 de dezembro de 2015. Estarão em pauta, por exemplo, alguns projetos como a elaboração do selo municipal de economia solidária; o fundo municipal de fomento a economia solidaria; e a criação do conselho de economia solidária.

Estarão presentes empreendedores de economia solidária, entidades de apoio, órgãos públicos, e as organizações de economia solidária em âmbito nacional, que discutirão esses novos projetos e discursarão sobre as vantagens de se tornar um empreendedor de economia solidária.

continua após publicidade

Geralmente o público beneficiário são empreendedores individuais, os quais a partir da capacitação tornam-se empreendedores coletivos. ''Em primeiro lugar, quando alguém quer fazer parte do projeto, passa por uma capacitação em economia solidária. Que é para entender a economia e poder fazer parte dela. Depois quando alguém ou um grupo se organiza, pode participar das capacitações de empoderamento. Que são cursos que vão desde aperfeiçoamentos contábeis e administrativos até a questão técnica.'' explica Renato Munhoz, Educador Popular da Colmeia Projetos Sociais. 

A partir da criação do projeto foi criado uma parceria com Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Empoderamento financeiro, sociabilidade no mundo do trabalho, e o empreendedorismo comunitário ou coletivo, que fortalece as relações da sociedade e a troca de experiências. Além de poder participar do Movimento Economia Solidária, que incentiva a troca de informações e experiências entre pessoas ou grupos de todo o mundo.

Além disso, os novos integrantes devem se vincular a alguma rede de economia solidaria já existente ou então criar novas redes.

O evento estará aberto para todos aqueles que já participaram da pré-conferência, que aconteceu na quinta-feira (05), e para os demais interessados que ainda quiserem participar devem apenas fazer o seu cadastro no dia e local da conferência, entre às 8h e às 8h30.