Apucarana

Vendas de flores ganham impulso no norte do Paraná com o Dia das Mães

Da Redação ·
​Das chácaras da família Metta, no Contorno Sul de Apucarana, saíram ainda 20 mil vasos de crisântemos, 10 mil mini vasos de crisântemos, 5 mil de gérberas, 2 mil de beijinhos e 2 mil pimentas ornamentais - Foto: Sérgio Rodrigo
​Das chácaras da família Metta, no Contorno Sul de Apucarana, saíram ainda 20 mil vasos de crisântemos, 10 mil mini vasos de crisântemos, 5 mil de gérberas, 2 mil de beijinhos e 2 mil pimentas ornamentais - Foto: Sérgio Rodrigo

procura por flores aumentou no comércio e nas propriedades rurais produtoras em Apucarana e toda a região norte do Paraná, como em Marialva, onde plantio é feito em extensas áreas.  A data é comparada ao Natal pelos proprietários de floriculturas e significa mais vendas para quem produz e também para quem vende. Cada vaso custa, em média, R$ 50. 

ALTERNATIVAS BARATAS
Mas o setor oferece alternativas mais baratas, como margaridas, que saem por R$ 17. Já os arranjos de orquídeas, consideradas flores nobres, estão na faixa de R$ 100. Para a empresária do setor, Yara Assunção Joekel, de Apucarana, com a proximidade do Dia das Mães, o movimento aumentou e exigiu até contratações temporárias. A equipe de três profissionais da floricultura saltou para dez.

VENDAS ESTIMULADAS
As vendas não estimulam apenas os donos de floriculturas, mas também quem produz. A família Metta, pioneira no mercado de flores em Apucarana, tem superado a crise diversificando a produção. Além dos tradicionais crisântemos, carro-chefe da produção, o produtor Luís Carlos Metta relata que a família investiu na plantação de 30 mil vasos de kalanchoe. 

continua após publicidade

A produção de flores aumenta no Paraná, impulsionada por pequenos produtores familiares, que adotam o cultivo integrado com outras culturas - Foto: Divulgação Emater



MILHARES DE VASOS
Das chácaras da família, no Contorno Sul de Apucarana, saíram ainda 20 mil vasos de crisântemos, 10 mil mini vasos de crisântemos, 5 mil de gérberas, 2 mil de beijinhos e 2 mil pimentas ornamentais. “Outras espécies não produzimos especialmente para o Dia das Mães, como as rosas-do-deserto, porque a produção é diferenciada”, acrescenta. 

continua após publicidade

A família Metta, pioneira no mercado de flores em Apucarana, tem superado a crise diversificando a produção - Foto: Sérgio Rodrigo



* As informações são da jornalista Vanuza Borges