Apucarana

Ladrões arrombam catedral e quebram cofrinho de santa, no PR

Da Redação ·
Diocese vai colocar grades nos vitrais laterais e estuda instalar sensores de movimento - Foto: José Luiz Mendes
Diocese vai colocar grades nos vitrais laterais e estuda instalar sensores de movimento - Foto: José Luiz Mendes

A Catedral de Apucarana, norte do Paraná, vai receber grades nos vitrais laterais e a possibilidade de instalar sensores de movimento na nave central não é descartada. O reforço na segurança é resposta a um arrombamento recente. O crime aconteceu na semana passada, mas veio à tona na missa do último domingo (24) após o fato ser comentado pelo monsenhor Roberto Carrara. 

continua após publicidade

A igreja foi arrombada no último dia 21, data que a comunidade comemorava a consagração da Catedral. O ladrão, ou os ladrões – uma vez que não se sabe quantos entraram – escalou uma altura de quase 5 metros, arrebentou um vitral de uma das capelas laterais e ainda quebrou uma parede vazada sob uma porta que dava acesso à nave central. 

Dentro da igreja, o arrombador quebrou dois cofres que ficam perto da imagem de Nossa Senhora Aparecida e que guardam donativos de fiéis. Segundo o monsenhor Roberto Carrara, que é pároco da Catedral, mais que os prejuízos materiais, o caso chama atenção pelo desrespeito. 

continua após publicidade

“O que ele levou dos cofres não é suficiente para pagar os estragos, mas mais que isso é o desrespeito à casa do Senhor. Isso aconteceu exatamente em um dia de comemoração”, comenta. 

Segundo o padre, para evitar novos transtornos, serão instaladas grades nos vitrais laterais, que ficam escondidos atrás de pilares e dificultam a visualização de quem passa pela praça. 

“Também estamos pensando em colocar sensores de movimento na Catedral, de modo que possamos vigiar melhor o local”, comenta.