Apucarana

Apucaranenses comemoram votação do impeachment

Da Redação ·

Vestidos de verde e amarelo e portando bandeiras do Brasil, dezenas de apucaranenses acompanharam ontem, desde o início da tarde, a sessão da Câmara dos Deputados que votou o processo de abertura do impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT) na Praça Rui Barbosa. Um telão foi instalado em frente ao Banco Itaú pelo grupo “Cristãos pelo Brasil”. Após a confirmação do resultado, as ruas no entorno da Praça Rui Barbosa foram tomadas e uma carreata foi realizada.

continua após publicidade


Segundo o presidente do “Cristãos pelo Brasil”, de Apucarana, Fernando Felipetto, o impeachment dará um ânimo novo para o movimento, que nasceu da revolta contra a corrupção institucionalizada. “Nós não vamos parar. O impeachment de Dilma Rousseff é somente o primeiro passo de uma caminhada que nós, dos movimentos pequenos juntos com o “Vem Pra Rua” e “Revoltados Online”, pretendemos transformar o Brasil”, diz. Ele complementa que o movimento visa ainda combater e punir todo qualquer desmando com o dinheiro público e tentar higienizar a política do País. “Será iniciada uma nova fase de investigações, de prisões e também de manifestações”, argumenta. 

MANIFESTANTES
Apesar da pouca idade, a estudante Consuelo Tamiya, de 17 anos, fez questão de acompanhar a votação na Praça Rui Barbosa. “Temos que saber o que está acontecendo com o nosso País e espero que com o impeachment volte a crescer”, disse.  Outro adolescente que compareceu à praça, Gustavo Marcatto, 18, também espera que o Brasil mude com o impeachment. “Será o começo da mudança”, acredita. A mesma expectativa era sentida pelo casal Suelen e Marcos Benatti.

“Não sei se vai melhorar, mas é um caminho. Queremos um futuro melhor para as nossas filhas”, sublinha. O casal foi à praça com a filha Maria Eduarda, de 7 anos, e espera o nascimento das gêmeas, Maria Clara e Maria Júlia. Diferente da maioria dos participantes, o aposentado Ângelo Carmona, 70, que passava pelo local resolveu parar para acompanhar a votação. “Tem que sair todos os corruptos. O Brasil precisa de gente nova”, defende.

RESULTADO

Com o passar do tempo, cada vez mais pessoas foram chegando à praça. Motoristas que passavam ao longo da votação buzinavam. A pista da Praça Rui Barbosa que leva às ruas Osório Ribas de Paula e Munhoz da Rocha foi bloqueada pelos manifestantes. Com a confirmação do resultado, o Hino Nacional foi tocado e os manifestantes realizaram uma carreata. “Nosso país que tanto amamos foi entregue a essas pessoas, à corrupção.

Dizem que sempre houve corrupção, mas é preciso haver um início para limpar o país. Acredito que o primeiro passo foi dado”, afirma Lurdes Manzano, aposentada de 75 anos. O engenheiro Márcio Fabian, de 52 anos, concorda. “O impeachment é uma solução momentânea. Acredito que as pessoas que estão entrando, Temer, Cunha e Renan, não são boas opções. Temo que haja, com isso, um grande acordo para barrar a Lava Jato. Espero que haja uma nova eleição para podermos escolher novamente nosso presidente”.

O atendente Jeferson dos Santos, de 30 anos, é categórico. “É a população mostrando que tem voz, que pode exercer a sua vontade não apenas em dia de eleição. Saímos mais fortes”.