Apucarana

Apucaranense é campeão brasileira mirim de kung fu

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Apucaranense é campeão brasileira mirim de kung fu
Apucaranense é campeão brasileira mirim de kung fu

Alencar, Distrito de Vila Reis, sagrou-se campeã brasileira mirim na técnica “Bastão” durante o XXVI Campeonato Brasileiro de Kung Fu / Wushu, realizado de 10 a 13 de dezembro, na cidade de São José dos Campos (SP). Na mesma competição, Aline também conquistou o segundo lugar na técnica “Mãos Livres” e está convocada para compor a seleção brasileira.

continua após publicidade

A atleta iniciou na modalidade através do projeto de artes marciais, implantado em 2014 na rede municipal de ensino pela Autarquia Municipal de Educação (AME) e Secretaria de Esportes e Lazer. Atualmente, cerca de 8 mil alunos dos primeiros aos quintos anos têm aulas semanais de karatê, kung fu e a capoeira. As atividades são executadas por profissionais da Academia AKA Artes Marciais, vencedora de uma licitação.

Acompanhada do gestor da AKA, mestre Alan Pereira da Silva, do técnico Abel Cézar, do avô Valdomiro da Silva e de uma das coordenadoras da escola Rosana de Oliveira Mira Moreira, a campeã Aline fez nesta quinta-feira (17/12) uma visita de agradecimento ao prefeito Beto Preto. Do encontro também participaram o vice-prefeito Júnior da Femac, secretários municipais Paulo Aparecido Kisner (Esportes e Lazer), Marli Fernandes da Silva (Educação) e a superintendente do Centro da Juventude de Apucarana, Jossuela Pinheiro. “Quero aqui parabenizar a Aline pelo resultado e a todos os profissionais envolvidos no projeto de artes marciais na rede municipal. Através do incentivo ao esporte vislumbramos também a descoberta de talentos para o atletismo, para os esportes de quadra, para todas as modalidades coletivas. Hoje temos festivais, os JOCAS - Jogos das Crianças das Escolas Municipais, que visam incentivar a formação de equipes, o espírito empreendedor dos atletas, a persistência no treinamento, a descoberta de novas vocações”, destacou o prefeito Beto Preto.

continua após publicidade

A aluna falou sobre a conquista. “Agradeço ao meu técnico, à minha família e escola pelo apoio. Tinham atletas muitos bons lá. Estou muito feliz”, disse Aline.

A secretária da Educação, professora Marli Fernandes da Silva, frisa que a introdução das artes marciais foi bem assimilada pela rede. “Inicialmente, por ser uma novidade, tínhamos uma certa preocupação em introduzir lutas, até pela pouca idade dos alunos, mas agora isto está superado. Temos tidos só bons resultados e a aceitação é muito grande, inclusive pelos pais, que gostam muito”, disse a secretária. Ela destacou ainda o apoio municipal para que Aline disputasse a competição nacional. “O Município viabilizou todas as grandes despesas”, afirmou.

O secretário de Esportes e Lazer, Paulo Aparecido Kisner, frisa que para até 2012 o karatê era a única arte marcial lecionada nas oficinas do tempo integral. “O prefeito Beto Preto solicitou e incluímos o kung fu e a capoeira. A implementação do judô também está prevista a partir do ano que vem”, informa Paulão.

continua após publicidade

 O técnico da atleta, Abel Cézar, conta que para chegar ao título de campeã brasileira Aline conquistou o Paranaense e a Copa Paraná. “Ela é bastante dedicada e ainda tem a família que incentiva e acompanha de perto os treinamentos”, comentou. Já para o mestre Alan Pereira da Silva, responsável pela Academia AKA, o título da aluna simboliza o resultado positivo do projeto. “Muito feliz. Este projeto que ensina kung fu, karatê e capoeira juntos é algo inédito no Brasil em nível de rede municipal. Temos tido só realizações com pouco tempo de trabalho e as expectativas são muito positivas para o que vem pela frente”, observou Alan. Ele enalteceu também o apoio da comunidade e da APMF para que a atleta Aline fosse ao campeonato brasileiro e frisou que recentemente ele foi ao Japão em buscas de aprendizados para serem incluídos no projeto.

Uma das coordenadoras da Escola Municipal José de Alencar, Rosana de Oliveira Mira Moreira, ressaltou que Aline é merecedora do título nacional. “Ela é uma ótima aluna e se destaca em tudo que faz desde sempre”, pontuou.