Apucarana

​Apucarana recebe equipamentos e confirma adesão ao mutirão de cirurgias 

Da Redação ·
O secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, ressalta que o governo do Estado está investindo R$ 30 milhões no mutirão de cirurgias eletivas - Foto: Edson Denobi
O secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, ressalta que o governo do Estado está investindo R$ 30 milhões no mutirão de cirurgias eletivas - Foto: Edson Denobi

O secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, esteve nesta sexta-feira (06/11) em Apucarana, quando entregou 20 impressoras para os municípios de abrangência da 16ª Regional de Saúde. Apucarana foi contemplada com três unidades: duas destinadas para a Autarquia Municipal de Saúde (AMS) e uma para o Centro de Referência da Saúde do Trabalhador (Cerest), órgão que funciona no prédio da Vigilância Sanitária.

Junto com as impressoras, também foi entregue um monitor multiparamétrico, repassado ao hospital do município de Faxinal. O valor total do investimento é de R$ 56.403, sendo que cada impressora tem o custo de R$ 1.728. O prefeito de Apucarana, Beto Preto, foi representado no ato pelo diretor-presidente da Autarquia Municipal de Saúde, Roberto Kaneta.

Kaneta reitera que Apucarana fez a adesão ao Mutirão Paranaense de Cirurgias Eletivas, que está sendo lançado no âmbito da 16ª Regional de Saúde nesta sexta-feira. “Na atual gestão, o município nunca deixou de fazer as cirurgias eletivas, seja com recursos próprios ou oriundos de outras esferas. Em setembro deste ano, recebemos R$ 150 mil do Fundo Nacional da Saúde para atender Apucarana e os 17 municípios da regional. Após aplicar esses recursos, ficou combinado que Apucarana poderia aderir à campanha estadual”, explica.

Kaneta informa que o Município, esgotados os recursos do Fundo Nacional de Saúde,  fez a adesão e aguarda agora apenas a confirmação da Secretaria de Estado da Saúde. “Apucarana será contemplada com 160 cirurgias eletivas, sendo nas áreas pediátrica, vascular, geral e de otorrinolaringologia”, cita.

O secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, ressalta que o governo do Estado está investindo R$ 30 milhões no mutirão de cirurgias eletivas. “Somente na área de abrangência da 16ª Regional de Saúde, cerca de 3 mil pessoas estão aguardando e, entre novembro e dezembro, devemos fazer mil cirurgias”, frisa Caputo Neto, destacando que em alguns casos, como o de cirurgia de catarata, será possível zerar a fila de espera.

continua após publicidade