Apucarana

Concurso “Agrinho” premia alunos apucaranenses

Da Redação ·
A premiação da 20ª edição do Programa Agrinho será realizada a partir das 9 horas da manhã, da próxima segunda-feira (26/10), no Expotrade Pinhais. (Foto: Divulgação)
A premiação da 20ª edição do Programa Agrinho será realizada a partir das 9 horas da manhã, da próxima segunda-feira (26/10), no Expotrade Pinhais. (Foto: Divulgação)

Cinco alunos apucaranenses, sendo quatro da rede pública municipal e um da rede particular, tiveram suas redações selecionadas na 20ª edição do Programa Agrinho. Neste final de semana, eles viajarão a Curitiba, acompanhados de seus pais, professores e da secretária municipal de educação, Marli Fernandes, para o recebimento dos respectivos prêmios.

continua após publicidade

O Programa Agrinho é o principal projeto de responsabilidade social desenvolvido pela Federação da Agricultura do Estado do Paraná, por meio do Serviço de Aprendizagem Rural (Senar), que propõe à nova geração uma reflexão sobre as relações entre o campo e a cidade. Em 2015 o programa foi desenvolvido em todos os municípios paranaenses, movimentando mais de 1,5 milhão de crianças e 80 mil professores, da educação infantil, do ensino fundamental e da educação especial. Dentre estes, mais de 5 mil inscreveram seus trabalhos e 300 foram selecionados como vencedores do 20º Agrinho. O concurso foi organizado em duas modalidades e teve como tema 

“As coisas que ligam o campo e a cidade e nosso papel para melhorar o mundo”. A categoria “desenho” envolveu os alunos do 1º ano e da educação especial, enquanto que a especialidade “redação” foi voltada aos estudantes do 2º ao 9º ano. A Escola Municipal do Campo Wilson de Azevedo, localizada no Distrito de Caixa de São Pedro, destacou-se entre as instituições apucaranenses com dois alunos premiados: Matheus Henrique Gomes (8º ano) que desenvolveu o texto “Tão longe, mas tão perto”, orientado pela professora Ana Paula Marcheto Rocha, e Ana Paula da Silva Lira (9º ano), que escreveu a redação “Lugares diferentes, porém iguais”, com o auxilio da professora Gracilene da Silva Moreno. 

continua após publicidade

“Eu estou muito feliz e ansioso para conhecer a capital do Paraná, Curitiba. Com esse prêmio, estou motivado a amar ainda mais a vida no campo e respeitar cada vez mais as pessoas que vivem na cidade”, disse Matheus. Os outros dois premiados da rede municipal são Gabryel Donizete da Silva, do 3º ano da Escola Augusto Weyand (Jardim Tibagi), e Arthur de Azevedo Vialle, do 5º ano da Escola Dr. Joaquim Vicente de Castro (Vila Santa Rosa). 

Eles escreveram respectivamente os textos “Uma história sobre a água”, sob a orientação da professora Débora Luiza Quintilhiano, e “A relação do ser humano com a natureza”, com a ajuda da professora Maria Lúcia Bento Guill. Questionado sobre o que aprendeu com o programa, Arthur afirmou que “o mais interessante foi perceber como o homem é inteligente, capaz de criar, recriar e trabalhar na agricultura com criatividade, adaptando-se às mudanças que ocorreram no campo e melhorando a vida das pessoas frente aos avanços do mundo”. Gabryel refletiu ainda sobre a “importância de preservar e restaurar a natureza, cuidando principalmente das matas ciliares para que os rios e lagos estejam protegidos do lixo que o homem joga e mantenham sua água limpa e saudável”. 

A secretária municipal de educação, Marli Fernandes, felicita a todos os selecionados, bem como os seus professores. “Parabéns aos alunos pelos excelentes trabalhos desenvolvidos e também aos docentes por seu empenho. Eu e o prefeito Beto Preto ficamos sempre muito felizes quando temos notícias de que nossos alunos estão se sobressaindo em concursos, pois elas atestam a qualidade da educação oferecida aqui”, disse.  A premiação da 20ª edição do Programa Agrinho será realizada a partir das 9 horas da manhã, da próxima segunda-feira (26/10), no Expotrade Pinhais.