Apucarana

Programa de Saúde Bucal atende 10 mil estudantes em Apucarana

Da Redação ·
 ​O prefeito Beto Preto salienta que, tanto a escovação quanto o bochecho com flúor, buscam criar nos estudantes hábitos de saúde bucal - Foto:  Foto: Edson Denobi
​O prefeito Beto Preto salienta que, tanto a escovação quanto o bochecho com flúor, buscam criar nos estudantes hábitos de saúde bucal - Foto: Foto: Edson Denobi

Alunos da Rede Municipal de Ensino de Apucarana estão recebendo novos lotes de escovas e creme dental, além de flúor para bochechos, dentro do Programa de Saúde Bucal. Nesta sexta-feira (16), o prefeito Beto Preto, fez a entrega de materiais para alunos da Escola Municipal Juiz Luiz Fernando de Araújo Pereira, localizada no Núcleo Habitacional Dom Romeu Alberti. Além da escovação, o a Autarquia Municipal de Saúde está intensificando o Programa de Saúde Bucal, orientando sobre a escovação regular e incentivando o bochecho com flúor. “Nos últimos anos o programa havia sido abandonado. E, a partir de 2013, retomamos as ações com vigor, tanto que o número de bochechos aumentou de 4 mil para cerca de 24 mil por mês nas escolas municipais”, revela Beto Preto.

continua após publicidade

Foto: Edson Denobi

continua após publicidade



Durante a entrega do material, o prefeito estava acompanhado do superintendente do Departamento Municipal de Odontologia, Emídio Alberto Bachiega, e pelas técnicas de higiene bucal Dilênea Aparecida dos Santos e Marlene Nogueira, além da diretora da escola, professora Cláudia Regina Locatelli. Envolvendo uma parceria entre a Autarquia Municipal de Saúde (AMS) e a Autarquia Municipal de Educação (AME), a iniciativa prioriza especialmente a prevenção de cáries. Beto Preto informa que a Autarquia de Saúde acaba de adquirir 10 mil escovas e 10 mil tubos de creme dental que estão sendo distribuídos nas escolas da rede municipal de ensino. “Com o trabalho que está sendo desenvolvido já conseguimos reduzir entre 50% e 70% a incidência de cáries entre as crianças da nossa rede de escolas. O nosso objetivo é fazer a prevenção, evitando também extrações e perdas prematuras de dentes”, argumenta Beto Preto, acrescentando que, “quando há casos que precisam ser tratados, os alunos são encaminhados para os consultórios odontológicos que funcionam junto às Unidades Básicas de Saúde”.  


Foto: Edson Denobi


O prefeito Beto Preto salienta que, tanto a escovação quanto o bochecho com flúor, buscam criar nos estudantes hábitos de saúde bucal. “São atividades realizadas coletivamente pelas crianças, normalmente uma vez por semana, e que são verdadeiras lições na área de saúde que elas levam para casa. Transformadas em hábito, são ações preventivas que contribuem para que as crianças cresçam com dentes íntegros e saudáveis”, explica o prefeito. Somente entre dos alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, o programa atinge cerca de 8 mil estudantes. “Já as crianças do pré-escolar, com idades entre 0 e 5 anos, são atendidas através do Bebê Clínica, que funciona no Centro Infantil, situado ao lado da Autarquia Municipal de Saúde. O atendimento diferenciado ocorre por causa da idade da criança, que poderia acabar engolindo o flúor”, esclarece o dentista Emídio Bachiega, do Departamento Municipal de Odontologia.

Bachiega também ressalta as propriedades do flúor, que tem ação bactericida. “Ele contribui para a eliminação da flora bacteriana que as crianças têm na boca, também aumentam a capacidade de resistência do esmalte, deixando os dentes mais fortes, tendo ainda função cariostática, ou seja, a ação do bochecho com flúor faz com que a cárie pare de crescer”, conclui o diretor da AMS, lembrando que o Programa Bochecho com Flúor foi criado pelo Governo do Estado na década de 80.