Apucarana

Apucarana garante trincheira de retorno junto ao 30º Bimec

Da Redação ·
Anúncio foi feito hoje pelo prefeito Beto Preto, após reunião com engenheiros do DER e da CCR-RodoNorte - imagem - Profeta
Anúncio foi feito hoje pelo prefeito Beto Preto, após reunião com engenheiros do DER e da CCR-RodoNorte - imagem - Profeta

A duplicação da Rodovia do Café (BR-376), no trecho de 11 quilômetros, entre Apucarana e Califórnia, terá mudanças em relação ao projeto inicial, que havia sido apresentado pela CCR-RodoNorte, no dia 16 de setembro. “O governador Beto Richa se envolveu pessoalmente nesta questão e, felizmente, tivemos uma solução favorável aos empresários, trabalhadores da região e também para o 30º Bimec e a cidade em geral, com a construção de um retorno em desnível (trincheira), junto ao Exército”, anunciou o prefeito Beto Preto.

continua após publicidade

No final da manhã desta terça-feira (13), o prefeito tratou desta questão em reunião com os engenheiros do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Vanderlei Zanella e Laerte Angelo Bizetto; além de Cláudio Soares, diretor da CCR-RodoNorte, acompanhado do gestor de atendimento, Mauro Berteli. 

Também participaram da discussão o vice-prefeito Junior da Femac; o secretário de obras Herivelto Moreno; e o comandante da Guarda Municipal e ex-policial rodoviário, Edinei Francisco Silva. Conforme havia sido anunciado anteriormente pela concessionária da rodovia, os veículos que viessem no sentido de Maringá ou do Parque Industrial Sul, para voltar à cidade de Apucarana – pela BR-376 - teriam que percorrer 5 km até um retorno na Vila Reis. Antes da construção do viaduto – na altura da Pedreira Brasil -, essa manobra era realizada por meio de um acesso numa rotatória. 

continua após publicidade

No encontro, as equipes técnicas do DER e da CCR-RodoNorte apresentaram o novo projeto, com a inclusão de um retorno em desnível, bem próximo ao 30º Bimec. “Trata-se de uma trincheira que deve ter um custo de R$ 1,5 milhão e que resolve o problema que havia sido detectado por representantes de empresas da região, incluindo a Pedreira Brasil, Caramuru, Paranatex e Cocamar, além do comando do 30º Bimec, contribuindo para melhor atender os usuários da rodovia”, comentou o prefeito Beto Preto, reiterando que ele apresentou essa reivindicação ao governador Beto Richa. Segundo o diretor da RodoNorte, Cláudio Soares, as obras do viaduto que liga o contorno sul à rodovia estão em fase de conclusão e em breve será iniciada a duplicação do primeiro trecho de 5 km, no sentido de Apucarana a Califórnia.

Rotatória com semáforo 

Ainda no encontro com os técnicos do DER e da RodoNorte, o prefeito Beto Preto e seu vice, Junior da Femac, sugeriram mais uma intervenção na rodovia. Ambos consideram indispensável a implantação de uma “rotatória vazada” na BR-376, em frente da Paranatex e do acesso à Caramuru e armazéns do antigo IBC, e que agora também dará acesso aos residenciais Fariz Gebrin I e II e Barcelona.

“Precisamos dispor de uma rotatória neste ponto, semelhante a que existe no acesso ao Núcleo Afonso Camargo, para garantir mais segurança e possibilidade de conversões a veículos de carga nos pátios das indústrias”, argumentou Beto Preto. Engenheiros do DER e da RodoNorte consideraram viável e necessária essa nossa intervenção, levando em conta o fluxo de veículos e a implantação de novos residenciais na região. “Vamos estudar o projeto e em breve voltar a discutir o assunto”, anunciou Vanderlei Zanella, do Departamento de Estradas de Rodagem.