Apucarana

Atleta busca patrocínio para disputar Mundial de Karatê

Da Redação ·
Carateca Maikon Bertoli Gaburro, da Associação de Karatê Caminho Livre, de Apucarana, está convocado pela Confederação Brasileira de Karatê-Do Tradicional - Foto: Edson Denobi
Carateca Maikon Bertoli Gaburro, da Associação de Karatê Caminho Livre, de Apucarana, está convocado pela Confederação Brasileira de Karatê-Do Tradicional - Foto: Edson Denobi

O carateca Maikon Bertoli Gaburro, da Associação de Karatê Caminho Livre, de Apucarana, está convocado pela Confederação Brasileira de Karatê-Do Tradicional para compor a delegação brasileira que irá para a cidade de Koper - Eslovênia, entre os dias 12 e 18 de outubro, disputar o 1º Campeonato Mundial Unificado em conjunto com o XVIII Campeonato Mundial de Karatê-Do Tradicional.

Mas devido a dificuldade de captar patrocínio, a participação do talento apucaranense corre o risco de não acontecer. “Ainda dá tempo, mas está bastante difícil”, desabafa Maikon. Dos R$9 mil necessários para cobrir as despesas, o atleta conta que só conquistou cerca de 20%. Ele espera, contudo, que nesta reta final haja uma maior sensibilização da sociedade.

“Em especial, junto ao empresariado”, diz. Procurado pelo atleta e, na impossibilidade legal de destinar recursos públicos para auxiliá-lo, o prefeito Beto Preto se comprometeu a estabelecer contatos com patrocinadores em potencial. “O Maikon é um grande talento de nossa cidade. É um exemplo, uma referência de atleta a ser seguido pelas nossas novas gerações. Vou fazer o que estiver ao meu alcance para que ele reúna condições de participar deste mundial”, pontuou o prefeito Beto Preto. Faixa preta desde o ano de 2009, Maikon Bertoli Gaburro foi convocado pela primeira vez para a seleção brasileira de Karatê-Do Tradicional no ano de 2010 e, em seguida, em 2012. Na ocasião, pela falta de patrocínio, não conseguiu representar o país no campeonato mundial que ocorreu em Lodz - Polônia.

Em 2013, foi novamente convocado para a seleção brasileira e, no mesmo ano, conseguiu a graduação 2º Dan da faixa preta. Em 2014, Maikon iria participar do campeonato mundial de Karatê na cidade do Cairo - Egito, mas a competição foi cancelada uma vez que aquele país passava por uma epidemia de Ebola. Entre os principais títulos conquistados pelo atleta estão o 3º lugar no Panamericano realizado em 2013 em Formosa – Argentina; o de campeão brasileiro em 2010 em Goiânia e três terceiros lugares nacionais (2010, 2013, 2014).

No Paranaense, Maikon soma 14 títulos de campeão, 10 vice-campeonatos e 14 terceiros-lugares. Nos campeonatos regionais, ele detém 60 títulos de campeão, 35 vices e 9 terceiros-lugares. Serviço: Interessados em patrocinar a ida do carateca apucaranense ao Mundial, que será disputado na Eslovênia, podem entrar em contato direto com ele, pelos celulares (43) 9959-0666/(43)9953-7705.

continua após publicidade