Apucarana

Calor e falta de energia provocam a morte de milhares de frangos

Da Redação ·
Calor e falta de energia provocam a morte de milhares de frangos - Foto: Divulgação
Calor e falta de energia provocam a morte de milhares de frangos - Foto: Divulgação

O calor intenso e a falta de energia elétrica usada para refrigeração de aviário provocou a morte de 8 a 10 mil frangos com cerca de 40 dias de vida no Sítio Cakoin , na Estrada do Tatuzinho, nas imediações da Vila Rural Nova Ukrânia, na zona sul do município de Apucarana. O dono da propriedade, Armando Livrari, ainda está finalizando a contagem das aves mortas e calculando o prejuízo.

Ele relatou que a Copel (Companhia Paranaense de Energia Elétrica) programou um desligamento das 14 às 16 horas de ontem (24) para manutenção na rede de energia elétrica, mas depois a companhia decidiu estender o horário até as 18 horas, por considerar insuficiente o período de tempo para concluir o serviço.

"A Copel me encaminhou e:mail informando sobre o desligamento e depois falei por telefone com um técnico da companhia e alertei que seria arriscado o procedimento em razão do calor, mesmo havendo gerador de energia na minha propriedade. A pessoa da Copel então me confirmou o desligamento mesmo com o calor e que a companhia seria responsável se algo acontecesse. A pessoa me disse ainda para documentar tudo caso algum problema visse a se confirmar", afirma Livrari.

GERADOR - O dono da granja acrescentou que tem 70 mil frangos e que o prejuízo só não foi maior porque ele possui gerador próprio de energia elétrica. "Mas o gerador aguentou cerca de 1 hora e meia e parou e depois os frangos ficaram sob o calor intenso e um número significativo de aves (de 8 a 10 mil frangos, conforme o avicultor) morreu. Agora quero saber quem vai pagar meu prejuízo", completa Armando Livrari. A Copel ainda não se manifestou sobre o caso.

continua após publicidade