Apucarana

Ministério destaca resultado do “Mais Médicos” em Apucarana

Da Redação ·
Ministério destaca resultado do “Mais Médicos” em Apucarana - Divulgação
Ministério destaca resultado do “Mais Médicos” em Apucarana - Divulgação

Apucarana recebeu na quarta-feira (23) a visita de representante do Ministério da Saúde (MS), que veio observar o andamento do Programa “Mais Médicos”. Desde abril de 2014, 13 médicos cubanos reforçam o atendimento na rede básica de saúde do município, atuando em Unidades Básicas de Saúde (UBS) de diferentes bairros da cidade. Com o programa, a atual gestão conseguiu reforçar a oferta de consultas médicas, que saltou de 12.000 ao mês em 2012, para 27.000 consultas ao mês, a partir de agosto de 2014.    

Referência descentralizada do MS para o “Mais Médicos” na região Norte do Paraná, Vera Lúcia Martins se reuniu com os médicos cubanos, o secretário da Saúde, Roberto Kaneta, e o superintendente do Estratégia Saúde da Família (ESF), Odarlone Orente, no gabinete do prefeito Beto Preto. “Estamos aqui para uma visita técnica de aproximação, conhecimento do território, estabelecimento de parceria e para discutir a contribuição do programa dentro da rede de saúde do município”, disse Márcia.

continua após publicidade

Reunião na Prefeitura com representantes do Ministério da Saúde


Segundo Márcia, as visitas técnicas muitas vezes são motivadas por algum tipo de crítica ou sugestões de atuação. “Não foi o caso de Apucarana. Viemos voluntariamente para discutir o programa Mais Médicos dentro do contexto de saúde do município. A avaliação que fazemos é muito boa. Médicos e os gestores estão satisfeitos, e isso também ocorre em relação à população assistida nos bairros. É importante fazer essa escuta”, afirmou Márcia.

Odarlone Orente observou que esse foi o primeiro contato pessoal do Ministério da Saúde com os profissionais do Mais Médicos em atuação na cidade. “A representante do Governo Federal pôde ouvir e perceber in loco como estão os cooperados. Conforme ela se manifestou, sua percepção foi de que todos estão bem acomodados, desenvolvendo um bom trabalho e de que a população tem uma avaliação positiva sobre esses profissionais”, complementou Odarlone.

A reunião no gabinete do prefeito Beto Preto, que estava em viagem a Curitiba, teve também a presença de Vitor Felipe Tamayo, Assessor da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), um organismo internacional de saúde pública que rege os contratos dos cooperados cubanos do Programa Mais Médicos no Brasil.