Apucarana

Vencedora no ciclismo já foi convocada pela seleção brasileira

Da Redação ·
Nicolle Wendy Borges, do Colégio Estadual Pedro Macedo, de Curitiba, dominou as provas no Jogos Escolares - Foto: Josias Profeta
Nicolle Wendy Borges, do Colégio Estadual Pedro Macedo, de Curitiba, dominou as provas no Jogos Escolares - Foto: Josias Profeta

Mais de 40 atletas, no feminino e no masculino, participaram na manhã desta segunda-feira (21/09) do circuito de ciclismo, dentro dos 62º Jogos Escolares do Paraná (JEP’s) – categoria “A”. A prova foi disputada no entorno do Lago Jaboti, onde já haviam sido disputadas, no final de semana, a modalidade por pontos e a do contra relógio. 

continua após publicidade

Mais de 40 atletas, no feminino e no masculino, participaram 
na manhã desta segunda-feira (21/09) do circuito de ciclismo
Foto: Josias Profeta

continua após publicidade



No masculino, o vencedor na modalidade circuito foi Vitor César  Ranghetti,  do Colégio Estadual Arnaldo Busato, de Pinhais. Já no feminino, o grande destaque é Nicolle Wendy Borges, do Colégio Estadual Pedro Macedo, de Curitiba, que dominou as provas do final de semana e também venceu a prova desta segunda-feira.

Nicolle conta que já foi convocada pela seleção brasileira, em 2014, fazendo parte da equipe de ciclismo que participou do School Games, na Inglaterra. Já no último Campeonato Brasileiro Júnior de Estrada e Pista, disputado no mês de maio em Maringá, Nicolle conquistou cinco medalhas.

“Foi um ouro na perseguição individual, uma prata na velocidade por equipe, uma prata na perseguição por equipe, uma prata no contra relógio e um bronze na velocidade individual”, relata. Nicolle tem 17 anos e, devido à idade, esta é a última edição dos Jogos Escolares do Paraná (JEP’s) do qual participará.

Entretanto, ela ainda representará o Estado na fase nacional dos Jogos Escolares, que será disputada em novembro em Londrina, e já está se preparando para os Jogos Abertos do Paraná (JAP’s). “Treino uma vez por dia, seis dias da semana, além de fazer musculação. É um sofrimento que a gente gosta de passar”, afirma Nicolle, que começou a competir com 15 anos de idade. Na prova desta segunda-feira, na modalidade circuito, Nicolle percorreu a série de voltas no entorno do Jaboti em aproximadamente 42 minutos.