Apucarana

Trio é condenado por homicídio em Apucarana

Da Redação ·
Foto: José Luiz Mendes
Foto: José Luiz Mendes

Três réus acusados de homicídio foram julgados hoje (11)  no Fórum Desembargador Clotário de Macedo Portugal, em Apucarana, e condenados pelo assassinato de Edmar Rodrigues Martins, ocorrido em junho de 2013. As penas somadas chegam a mais de 40 anos de reclusão. 

continua após publicidade


Na época do crime, a vítima e os condenados hoje  trabalhavam como pedreiros na construção do Residencial Sumatra, na zona leste da cidade. Martins foi morto a facadas em um alojamento na Rua Caribes, Jardim Colonial, que abrigava os trabalhadores da obra, oriundos do Ceará. 

Antonio Jhonns Fernandes Silva, 24 anos, foi condenado a 11 anos, 10 meses e 15 dias de prisão; já Haroldo Maciel Vieira de Miranda,  31 anos, foi condenado a 15 anos, cinco meses e sete dias de reclusão.

O terceiro réu, Francisco Fábio Rodrigues Ferreira, 21 anos, que não foi preso na época do assassinato, estão foragido e foi julgado a revelia e condenado a 13 anos e 22 dias de prisão. 

A defesa dos réus esteve a cargo dos advogados Luiz Francisco Ferreira e Larissa Oliveira dos Santos. O júri foi presidido pela juíza Caroline de Castro Carrijo. Na acusação trabalhou o promotor Evandro Augusto.