Apucarana

Projeto do Sicoob recolhe pilhas e baterias em toda região

Da Redação ·
Projeto do Sicoob recolhe pilhas e baterias em toda região - Foto: Divulgação
Projeto do Sicoob recolhe pilhas e baterias em toda região - Foto: Divulgação

O Papa-Pilha, um projeto do Instituto Sicoob Paraná e Sicoob Aliança, está permitindo a retirada de grande volume de pilhas e baterias em Apucarana e todos os municípios que fazem parte da base de atuação da Cooperativa. Para fortalecer e ampliar o projeto, foi realizada uma reunião no município de Santo Antônio da Platina, estabelecendo também como parceira a Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi).

Participaram representantes do Instituto Sicoob, o prefeito de Santo Antônio da Platina, Pedro Claro de Oliveira Neto, prefeitos de outros municípios da região, secretários municipais e outras lideranças. “Dos 26 municípios que integram a Amunorpi, 21 estão na área de atuação do Sicoob Aliança”, afirma Angélica Cardoso, que coordena as atividades do Instituto Sicoob no Sicoob Aliança, juntamente com a conselheira Ivete Bertão.

continua após publicidade

Projeto do Sicoob recolhe pilhas e baterias em toda região
Foto: Divulgação

continua após publicidade


Hoje, todas as unidades do Sicoob Aliança já têm o ponto de recolhimento do Papa-Pilha, o que permite a entrega de pilhas e baterias usadas em vários municípios localizados no Vale do Ivaí, no Centro e no Centro Leste do Paraná. “Os 21 municípios da Amunorpi que estão sob a área de atuação do Sicoob Aliança vão poder descartar as pilhas e baterias em Ibaiti. Os demais, em Santo Antônio da Platina”, acrescenta Angélica, ressaltando que no final do ano as pilhas e baterias são entregues pelo Sicoob a uma empresa de Curitiba, especializada no tratamento e destinação final de cada resíduo.

Participantes do Projeto Papa Pilha
Foto: Divulgação


O Papa-Pilha é uma campanha dentro do projeto “Consumo Consciente”, iniciativa do Instituto Sicoob, e destina-se a público interno e externo, visando a arrecadação e destinação correta das pilhas e baterias. O objetivo é evitar que esse material seja jogado em lixos comuns. Muitas pilhas utilizam metais pesados, que são aqueles considerados tóxicos, corrosivos e reativos, agredindo o meio ambienta, como mercúrio, chumbo, cádmio e níquel. Nos lixões ou aterros sanitários, as pilhas e bateriam se oxidam por causa da exposição ao sol e à chuva.

Desta forma, o invólucro é rompido e os metais, pela ação da chuva, penetram no solo, atingindo o lençol freático, e são levados para os riachos e córregos. Com isso, animais e pessoas podem ingerir alimentos contaminados. Os metais pesados podem causar desde náuseas, vômitos e diarreias até efeitos mutagênicos e doenças cancerígenas.

O projeto Consumo Consciente atua por meio da conscientização dos colaboradores para o desenvolvimento sustentável e para a importância do consumo responsável, realizando ações internas e externas que impactem na redução de gastos, menor utilização de materiais, reutilização dos mesmos e métodos de descarte adequados. Além da arrecadação de pilhas o projeto atua com ações integradas de palestras e distribuição da cartilha de Educação Ambiental.