Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

​Morre Jesus Vicentini, ex-presidente do Apucarana

.

O desportista Jesus Vicentini e ex-presidente da Câmara de Apucarana faleceu hoje em Curitiba  -  Foto: Reprodução/Facebook
O desportista Jesus Vicentini e ex-presidente da Câmara de Apucarana faleceu hoje em Curitiba - Foto: Reprodução/Facebook

Vítima de câncer no pulmão, faleceu ontem por volta das 13h45, no Hospital Nossa Senhora das Graças, em Curitiba, o ex-presidente do Apucarana Atlético Clube (AAC) e do Apucarana Futebol Clube (AFC), Jesus Vicentini, aos 74 anos de idade. Ele, que vinha trabalhando como empresário de jogadores, lutava contra a doença há mais de um ano. Seu corpo está sendo velado na Capela São Francisco de Paula e o sepultamento será hoje ao meio-dia, na Capital do Estado.

Paulista de Santo Anastácio, filho de Pedro e Almerinda, Vicentini mudou-se para Apucarana com oito anos de idade. No município, ainda jovem, trabalhou na diretoria do Apucarana Futebol Clube no final da década de 60. Nas décadas de 70 e 80, foi diretor do Jornal O Debate. Ainda no futebol, a partir de 1986 na Primeira Divisão do Paranaense, assumiu a presidência do Apucarana Atlético Clube, onde permaneceu até 1991, realizando bons trabalhos. Naquela época, ele foi vereador e presidiu a Câmara Municipal na gestão do até então prefeito Carlos Scarpelini. Depois, Vicentini transferiu residência para Curitiba quando atuou como diretor de futebol do Atlético-PR de 1992 a 1996. Voltou para Apucarana em 1997, presidindo agora o AFC.

Permaneceu na equipe até 1999. Em seguida trabalhou como dirigente do Grêmio Maringá e em 2001 voltou a morar em Curitiba. O ex-prefeito de Apucarana e ex-deputado estadual, José Domingos Scarpelini, amigo de longa data de Vicentini, lamentou muito a morte do seu ex-secretário de Esportes. “O Jesus foi um valoroso companheiro e teve grande importância na vida social e esportiva de Apucarana. Veio de família humilde e brilhou na vida. Era bom amigo e foi um bom chefe de família”, disse emocionado José Scarpelini ontem à tarde por telefone.   

Dirigente montou bons times na cidade  


Como dirigente de futebol na “Cidade Alta”, Jesus Vicentini montou bons times tanto no Apucarana Atlético Clube (AAC) como no Apucarana Futebol Clube (AFC), sempre disputando o futebol de elite do Campeonato Paranaense. Na primeira equipe, ele administrou o clube de 1986 a 1991, quando fez boas campanhas nos estaduais, revelando atletas como Milton (que chegou a jogar na Seleção Brasileira e disputou os Jogos Olímpicos de Seul na Coreia do Sul em 1988), Wilson Prudêncio, Gallo, Catani, Cláudio Abade, Damata, Celso Reis, Castro, Carlos Eduardo, Júlio, Marcão, Cleomir e muitos outros. Já no AFC, comandou o time de 1997 a 1999.

Em 97, a equipe brilhou, pois foi campeã do Grupo “B” e ganhou o título do interior, ficando em quarto lugar na classificação geral do Paranaense, apenas atrás de Paraná Clube, Atlético-PR e Coritiba. O time era formado por Alex Sperandini; Célio Lino, Jorge, Rogério Prateat e Gilmar; Toninho, Telvir, Júlio e Fábio Henrique; Daniel e Joãozinho Paulista. R.C.R. Jesus Vicentini Faleceu ontem em Curitiba, aos 74 anos Natural de Santo Anastácio-SP  

NO FUTEBOL  


Foi presidente do Apucarana Atlético Clube (AAC) de 1985 a 1991   Também foi presidente do Apucarana Futebol Clube (AFC) de 1997 a 1999  

Trabalhou como diretor de futebol no Atlético-PR de 1992 a 1996 e foi diretor do Grêmio Maringá de 1999 a 2000.   Na sequência trabalhou como diretor na Federação Paranaense de Futebol (FPF).   

Ultimamente vinha atuando como empresário de jogadores  

FORA DO FUTEBOL   Atuou como diretor do Jornal O Debate nos anos 60 e 70   Foi presidente do Country Clube de Apucarana   Foi vereador de Apucarana de 1983 a 1988 na gestão do prefeito Carlos Roberto Scarpelini.  

Também presidiu a Câmara Municipal de 1985 a 1987 Trabalhou como Secretário de Esportes de Apucarana de 1989 a 1992, na gestão do prefeito José Domingos Scarpelini   Jesus Vicentini deixa a esposa Yolanda, os filhos Helder, Daniele e Graziele e três netas.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Soprap

Edhucca

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber