Apucarana

Prefeitura de Apucarana disponibiliza hoje 1ª parcela do 13º salário 

Da Redação ·
Secretário municipal de Fazenda, Marcello Machado, afirma que recebeu a incumbência do prefeito de manter os salários em dia - Foto:  Edson Denobi/Assessoria de imprensa
Secretário municipal de Fazenda, Marcello Machado, afirma que recebeu a incumbência do prefeito de manter os salários em dia - Foto: Edson Denobi/Assessoria de imprensa

O prefeito de Apucarana Beto Preto autorizou a Secretaria Municipal de Fazenda a efetuar o depósito da primeira parcela do 13º salário. Os valores estarão disponíveis para saque, na conta dos servidores, nesta quarta-feira (15) e somam R$ 3, 817 milhões. Ao anunciar a antecipação da primeira parcela aos 3.034 servidores municipais, Beto Preto afirmou que “salário é obrigação e não motivo para fazer demagogia”. 

Beto Preto frisou que, mesmo adiantando-se ao prazo, está cumprindo o que determina a legislação. “Salários em dia é um compromisso que assumi com os servidores. Não é um favor, é uma obrigação do gestor público, bem como encargos trabalhistas que foram deixados para trás por gestões anteriores”, reforça Beto Preto, citando que até o final do ano, somente em reclamatórias trabalhistas de pequeno valor, o município pagará cerca de R$ 3 milhões.

continua após publicidade

Foto: Edson Denobi/Assessoria de imprensa

O secretário municipal de Fazenda, Marcello Machado, afirma que recebeu a incumbência do prefeito de manter os salários em dia, o que está sendo cumprido à risca. “Através de uma parceria com a Secretaria Municipal de Administração, estamos creditando os salários no último dia útil de cada mês. Nesta quarta-feira, vamos liberar a primeira parcela do décimo terceiro, enquanto a segunda deverá ser quitada até o dia 20 de dezembro”, observa.

De acordo com ele, a primeira parcela representa 50% do salário extra, sendo os valores repassados integralmente, ou seja, sem os descontos referentes ao Imposto de Renda (IR) e INSS. “São R$ 3 milhões e 817 mil reais que também servem  para aquecer a economia local, favorecendo o consumo de produtos e serviços na cidade”, completa, lembrando que a medida beneficia todos os servidores municipais, tanto da administração direta quanto das autarquias municipais.